Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Quaquá desmente fake news contra Dimas Gadelha

Ex-prefeito de Maricá afirma que candidato do PT em São Gonçalo defende "crianças na creche e jovens na universidade"

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 17 de novembro de 2020 - 19:00
Ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá e o candidato a prefeito de São Gonçalo, Dimas Gadelha. Ambos do PT.
Ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá e o candidato a prefeito de São Gonçalo, Dimas Gadelha. Ambos do PT. -

Um dos principais apoiadores da candidatura do médico Dimas Gadelha (PT) à Prefeitura de São Gonçalo, que venceu o primeiro turno com 32% dos votos válidos, o ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá, divulgou um vídeo em suas redes sociais nessa terça-feira (17), denunciando e desmentindo 'fake news' publicadas contra Dimas. 

"A minha avó era católica e minha mãe evangélica, e eu tenho valores cristãos e a mentira não é de Deus. Nós defendemos a família, não a família abstrata e mentirosa, mas sim a família com a criança na creche, o jovem na universidade e o idoso nas casas da terceira idade. Nós somos contra essa idiotice de 'ideologia de gênero' e essas palhaçadas que criaram para fazer o debate político ir para outro campo. Nós somos cristão sim, porque somos defensores da vida e do povo, contra aqueles que defendem o tráfico de drogas e a milícia e o controle do território de tudo que é ruim que estão levando para São Gonçalo. Por isso, somos Dimas Gadelha, prefeito 13. Em defesa do povo, da família e dos verdadeiros princípios cristão ao contrário da falsidade que muita gente prega", disse Quaquá, num trecho do vídeo publicado em sua página no Facebook.

"Eu governei aqui (em Maricá) com os evangélicos, inclusive criei a Secretaria de Assuntos Religiosos que foi comandada pelo pastor Sérgio, da Assembleia de Deus, e tivemos uma estreita relação com a igreja evangélica que colaborou com tudo que realizamos. Aqui, de fato, cuidamos da família. Não aquela família falsa, a do falso moralismo. Nós cuidamos das crianças nas creches, cuidamos dos jovens colocando no 'Passaporte Universitário' e não somos nós que deixamos os jovens à mercê das drogas, da bala perdida, no submundo como os nossos adversário que nos querem imputar mentiras", alertou.

Matérias Relacionadas