Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Pedido de Witzel para retornar ao Palácio das Laranjeiras é negado

Governador foi afastado no dia 28 de agosto

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 13 de novembro de 2020 - 22:14
Imagem ilustrativa da imagem Pedido de Witzel para retornar ao Palácio das Laranjeiras é negado

A Justiça negou, nesta sexta-feira (13), o pedido da defesa do governador afastado Wilson Witzel para voltar a morar no Palácio Laranjeiras, residência oficial localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo a decisão do desembargador Cláudio de Mello Tavares, Witzel deixou o local às pressas, apesar do prazo de 10 dias estabelecido pelo Tribunal Misto que julga seu pedido de impeachment.

Ainda segundo o documento, o governador afastado deve ter um suporte de segurança sem a necessidade de ocupar o Palácio das Laranjeiras. Wilson Witzel deixou a residência oficial após a decisão no último dia 5, do Tribunal Especial Misto. Por meio de nota, o governador afastado disse que o retorno, ou a falta dele, ao Palácio não tem significado para sua vida ou da família.Witzel ainda acrescentou que a decisão de morar Palácio das Laranjeiras foi, desde o início, uma  questão de segurança.

A Justiça negou, nesta sexta-feira (13), o pedido da defesa do governador afastado Wilson Witzel para voltar ao Palácio Laranjeiras, na zona sul do Rio. De acordo com a decisão do desembargador Cláudio de Mello Tavares, o governador afastado deixou o local rapidamente, apesar do prazo de dez dias estabelecido pelo Tribunal Especial Misto que julga o pedido de impeachment. Veja também: Witzel entra na Justiça para retornar ao Palácio Laranjeiras. 

Ainda de acordo com o documento, Witzel deve ter um suporte de segurança sem necessariamente o uso e ocupação do Palácio das Laranjeiras. ilson Witzel deixou o local após decisão no último dia 5, do Tribunal Especial Misto.O governador afastado Wilson Witzel entrou com um recurso no Órgão Especial do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio) para retornar ao Palácio Laranjeiras.Em nota, o governador afastado disse que retornar ou não ao imóvel utilizado como residência oficial não tem o menor significado para sua vida ou de sua família.

"Nunca me importei com palácios. Minha luta, que esbarrou em interesses poderosos, foi para melhorar a vida das pessoas, começando pela melhoria da  segurança pública", afirma Witzel. Wilson Witzel foi afastado no dia 28 de agosto, por determinação do STJ (Superior Tribunal de Justiça), em decorrência de uma investigação que aponta crime de responsabilidade por conta de desvios na área da Saúde.

Matérias Relacionadas