Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1592 Euro up 5,3261
Search

Auxílio emergencial será prorrogado em caso de uma segunda onda de Covid-19, diz Paulo Guedes

Ministro reforça que esse não é o Plano A

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de novembro de 2020 - 15:16
Plano inicial é retomar o Bolsa Família
Plano inicial é retomar o Bolsa Família -

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que, se houver uma segunda onda de Covid-19 no Brasil, é certo que o auxílio emergencial será prorrogado. Guedes, no entanto, disse que essa ideia não é um "Plano A" para o governo.

"Qual o plano para o auxílio emergencial? Remoção gradual, e nós voltamos para o Bolsa Família. Esse é o plano A. Existe possibilidade de haver a prorrogação do auxílio emergencial? Se houver uma segunda onda de pandemia, não é possibilidade, é uma certeza, vamos ter que reagir. Mas não é o plano A, não é o que estamos pensando agora", disse o ministro.

A fala foi feita durante um evento do setor de supermercados. No evento, o ministro reforçou que, se houver uma segunda onda no Brasil, assim como está acontecendo na Europa e se aproximando dos Estados Unidos, o governo vai agir da mesma maneira que na primeira onda. Porém, ressaltou que pretende gastar menos. Até o momento, o governo liberou R$ 580 bilhões em medidas para combater a pandemia. 

Matérias Relacionadas