Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1353 Euro up 5,3082
Search

Candidato a prefeito de Magé investigado por vínculo com milícia

Atual vereador e PM foi alvo de busca e apreensão da Polícia Civil

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 09 de novembro de 2020 - 13:47
Imagem ilustrativa da imagem Candidato a prefeito de Magé investigado por vínculo com milícia

Atual vereador no município de Magé, Policial Militar e candidato a prefeito, André Antônio Lopes, conhecido como Sargento Lopes, do PSD, foi alvo de um mandado de busca e apreensão executado pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira, 09. Segundo investigações da Delegacia de Homicídios (DH), o candidato mantém fortes vínculos com a milícia do município.

O filho do candidato, conhecido como Andrezinho, que é policial militar da ativa, também foi alvo de busca e apreensão. As investigações mostram que ele age como ponte dentro da corporação para apoiar as atividades da milícia.

Além do candidato a prefeito e seu filho, a Polícia Civil executou 29 mandados de busca e apreensão, dez mandados de prisão foram expedidos e apenas um não foi cumprido. Entre os presos está o líder da milícia na cidade, André Cosme da Costa, o André Careca.

Nas redes sociais, Sargento Lopes se identifica como "defensor da Ética e da Moral na gestão dos recursos Públicos" e tem no seu perfil uma foto abraçado ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos). Até o momento o senador não comentou a relação com o candidato.

Após a divulgação da operação executada pela Polícia Civil, Sargento Lopes divulgou um vídeo em suas redes sociais negando envolvimento com a milícia. "Não tenho nada de ilegal na minha casa, não pertenço à milícia e muito menos a um grupo de extermínio", disse o político. 

Matérias Relacionadas