Filhos de Bolsonaro publicam foto com indígenas sem máscara e são criticados

"Perversidade" afirmaram os internautas sobre o caso

Enviado Direto da Redação
A foto foi postada essa semana nas redes sociais

A foto foi postada essa semana nas redes sociais

Foto: Reprodução/Internet

Os filhos do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), foram fotografados em uma aldeia indígena no Amazonas sem o uso de máscaras de proteção contra o coronavírus. Na foto, os irmãos aparecem ao lado dos indígenas. A situação preocupou alguns internautas.


"Nada se compara ao nosso País quando o assunto é turismo de natureza, etnoturismo e sustentabilidade. Aqui na Amazônia 97% da área do estado são de florestas preservadas. Gastronomia indígena inclui raízes, caças, pescado e formigas, por sinal são uma fonte farta de proteínas e uma iguaria. Agradecer ao pessoal do batalhão ambiental que nos deu total apoio nessa missão", estava escrito na legenda da foto publicada esta semana pelo presidente da Embratur, Gilson Machado Neto.


Na viagem dos irmãos pelo Amazonas, ainda estavam, além do presidente da Embratur, o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, e o senador Irajá Abreu (PSD-TO), além do governador do Amazonas Wilson Lima (PSC-AM), que não estava na foto em questão publicada nas redes.


Nas redes sociais, o tema viralizou e as pessoas criticaram os irmãos Bolsonaro pela atitude. "Isso é caso de polícia. Faça valer a lei que proíbe andar sem máscara", disse uma pessoa ao ver a foto dos políticos sem máscara com os indígenas. Já outro internauta afirmou que os políticos não estão usando máscaras "para contaminá-los (os indígenas) mesmo. Não é irresponsabilidade, é PERVERSIDADE!". Um terceiro internauta disse: "Agora querem dizimar os índios?? Foram levar doença pra eles??"


Em outras imagens da viagem em questão publicadas no perfil do presidente da Embratur, é possível ver que os irmãos Bolsonaro participam ainda de um passeio de barco para a prática de pesca e na floresta pela região. Em uma imagem publicada pelo governador Wilson Lima, o grupo inteiro está de máscara.


Vale lembrar que Bolsonaro, recentemente, chegou a afirma, em um discurso na 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que os indígenas eram os responsáveis pelas queimadas na Amazônia. 

Veja também