Fórum da Alerj debate acessibilidade em edifícios públicos

Arquiteto Mário Viggiano apresentou algumas soluções possíveis

Escrito por Redação 31/07/2020 21:41, atualizado em 01/08/2020 11:30
. Foto: Divulgação

Acessibilidade, conforto e saúde nos edifícios públicos foi o tema da segunda palestra da série sobre acessibilidade promovida pelo Fórum da Alerj de Desenvolvimento Estratégico do Estado do Rio de Janeiro. Palestrante convidado, o arquiteto, paisagista e urbanista Mário Viggiano reforçou a importância de se criar projetos arquitetônicos que respeitem a sustentabilidade e se adequem às necessidades reais de quem irá circular por espaços públicos.


Durante a reunião, Viggiano, autor do livro Projeto de Edifícios Públicos Sustentáveis, apresentou algumas soluções possíveis para melhorar a acessibilidade de espaços e prédios públicos, como o acesso direto dos estacionamentos às entradas principais por meio de calçadas, a sinalização visual e tática voltada para a diversidade de biotipos humanos, e a priorização de ambientes com iluminação natural. O arquiteto deu destaque para um problema recorrente em prédios públicos e falou sobre se evitar espaços muito pequenos, com pouca iluminação natural e sem ventilação que, segundo ele, causam o chamado "efeito claustro".


"Acredito que podemos ter ambientes mais saudáveis, que proporcionem grande qualidade de vida. Como? Com uma arquitetura que traga conforto, facilite tarefas cotidianas e promova a saúde. Podemos começar transformando as nossas casas e edifícios", enfatizou Viggiano.


O encontro faz parte do projeto Fórum Capacita, voltado ao corpo técnico da Assembleia Legislativa e aberto ao público, cujo objetivo é criar oportunidades de capacitação a partir do intercâmbio de experiências com especialistas nas mais diferentes áreas de conhecimento. A secretária-geral do Fórum Alerj, Geiza Rocha, destacou o papel da Assembleia nas discussões que envolvem sustentabilidade, bem como as mudanças que estão sendo feitas no novo prédio que será sede da Alerj.


"Acessibilidade é um tema fundamental para a agenda ambiental na gestão da administração pública, e aqui na Alerj a gente vem trabalhando muito próximo da Rede Legislativo Sustentável. Estamos fazendo discussões sobre como tornar o novo prédio da Alerj mais sustentável e já temos implementadas medidas de acessibilidade", frisou.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas