Bolsonaro pede para que apoiadores invadam hospitais e filmem leitos de covid-19

Não é permitida a entrada sem autorização em hospitais

Enviado Direto da Redação
Pedido foi feito durante sua live semanal

Pedido foi feito durante sua live semanal

Foto: Reprodução



O presidente Jair Bolsonaro pediu, em sua live semanal nas redes sociais, para que seus apoiadores filmem o interior de hospitais que recebem pacientes com coronavírus para fiscalizar a disponibilidade de leitos. Bolsonaro pediu para que o material filmado seja enviado para a Polícia Federal ou a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) para que o caso seja investigado.

"Tem hospital de campanha perto de você, hospital público, arranja uma maneira de entrar e filmar. Muita gente está fazendo isso e mais gente tem que fazer para mostrar se os leitos estão ocupados ou não. Se os gastos são compatíveis ou não. Isso nos ajuda", disse o presidente.

Por conta do risco de contaminação e por colocar pacientes e visitantes em risco, não é permitida a entrada sem autorização em hospitais.

Durante a live, o presidente falou sobre a possibilidade de os governadores estarem inflando as estatísticas para culpabilizar o governo federal.

“Tem um ganho político dos caras. Só pode ser isso. Aproveitando as pessoas que falecem para ter um ganho político. E para culpar o governo federal”, disse. “Pode ser que eu esteja equivocado, mas, na totalidade ou em grande parte, ninguém perdeu a vida por falta respirador ou de UTI”, concluiu.

Recentemente, um deputado entrou nas instalações do hospital de campanha de São Gonçalo e se negou a deixar o local. Em São Paulo, deputados estaduais invadiram as instalações do hospital de campanha do Anhembi.

Veja também