Coronavírus: Prefeitura garante segurança dos profissionais de saúde

Unidades possuem EPIs necessários como luvas, máscaras, protetor facial e capotes descartáveis

Enviado Direto da Redação

Foto: Divulgação

Com objetivo de garantir a segurança dos funcionários que trabalham na linha de frente contra o Coronavírus e também de evitar a disseminação da doença, a Secretaria de Saúde de São Gonçalo mantém as unidades de saúde abastecidas com todos os equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários. O serviço de desinfecção das ruas da cidade também vem sendo intensificando para conter o avanço da Covid-19.   




No Hospital Luiz Palmier, referência no tratamento de pacientes com sintomas do Covid-19, nos prontos socorros Central e Infantil e nas Unidades Municipais de Pronto Atendimento (UMPAs) de Nova Cidade e Pacheco, unidades de urgência e emergência do município, o almoxarifado possui todos os EPIs, como luvas, máscaras, protetor facial e capote descartável. As unidades também possuem álcool em seus dispensers e funcionários mantém borrifadores com o produto na porta de entrada. 



"Nos protocolos que criamos para atender pacientes suspeitos ou infectados pelo coronavírus em nossa rede de saúde estão a obrigatoriedade dos itens de EPIs e higienização das unidades. Temos que garantir a saúde dos nossos funcionários, a sua segurança. A mesma coisa vale para a população. Temos intensificado nossas ações em toda a cidade", garantiu o secretário de Saúde, Jefferson Antunes. 


Desinfecção --  As ações de desinfecção estão sendo intensificadas em São Gonçalo. Agentes de Controle de Endemias percorrem, diariamente, todos os bairros da cidade para proteger a população. As motos utilizam tecnologia e o produto utilizado é o mesmo dos chineses, o quartenário de amônia de 5ª geração diluído em glicerina vegetal. 


Na manhã desta quinta-feira, além das ruas do Centro e do Zé Garoto, o agentes desinfectaram os pátios e as vias que dão acesso ao Hospital Luiz Palmier, aos prontos socorros Central e Infantil, a Clínica da Criança e o Centro de Saúde Washigton Luiz. Também percorreram os bairros Jardim Catarina, Santa Luzia, Tribobó, Novo México, Pacheco, Laranjal e Vista Alegre.  


“A sanitização das ruas é extremamente importante para conter a doença no município e a proposta é que ele seja utilizado em área urbana. No Centro e no Alcântara daremos atenção especial por ser locais com grande concentração de pessoas. O quaternário tem a função desinfetante contra fungos, bactérias e vírus. A aplicação deste produto visa romper a cápsula do vírus e eliminar estes seres do ambiente”, explica o prefeito José Luiz Nanci.


De acordo com Adaly Fortunato, diretor da Vigilância Ambiental, as motos são monitoradas por GPS e acompanhadas em tempo real direto da base do órgão. A tecnologia permite que seja acompanhada a que velocidade a moto está circulando, o exato momento em que o produto começa a se liberado e a quantidade que é aplicada durante a operação.


“As motos têm duas velocidades. O deslocamento da base até o local da ação a velocidade máxima é de 60 quilômetros. Quando o produto começa a ser liberado, a velocidade é de 10 a 15 quilômetros para que todos os locais possam ser atendidos. Outra vantagem é que a cada 5 segundos nós acompanhamos as informações e podemos ver a eficácia da ação”, relata Adaly Fortunato.


A programação segue nesta sexta-feira, quando as equipes irão percorrer os bairros Jardim Nova República, Almerinda, Monjolos, Largo da Ideia, Guarani, Várzea das Moças, Engenho do Roçado, Arsenal, Maria Paula, Arrastão e Rio do Ouro.

Veja também