Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0741 Euro down 5,2058
Search

Coronavírus: Decreto, em Tanguá, prevê fechamento do comércio e uso de máscaras

Prefeitura tentou conciliar o distanciamento social com abertura dos comércios mas teve que recuar desta decisão

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de maio de 2020 - 12:00
Imagem ilustrativa da imagem Coronavírus: Decreto, em Tanguá, prevê fechamento do comércio e uso de máscaras

Com um aumento no número de mortes, em Tanguá, por conta do novo coronavírus (covid-19), a Prefeitura que buscava conciliar as atividades econômicas do município com o distanciamento social acabou sucumbindo à necessidade de fechar novamente o comércio. Novo decreto tem duração até o dia 10 de maio. Dentre as novas medidas adotadas estão a obrigatoriedade de uso de máscaras para todas as pessoas que circularem nas ruas ou mesmo em estabelecimentos privados, e quem descumprir pode acabar sendo multado.

“Os casos não param de subir e as ruas estão sempre cheias”, disse a visão da secretaria de Saúde, Tatiana Lisboa, que vem percebendo um aumento no número de atendimentos na Policlínica Demerval Garcia de Freitas nos últimos dias (quatro mortes: sendo duas já confirmadas e duas pendentes de resultado).

Até o momento os pacientes com sintomas gripais elevaram para 53,3% o percentual do número total de mortos que já chega a oito, com base no número de pessoas testadas. Um índice considerado alarmante pelos os gestores municipais que resolveram agir energicamente a fim de controlar a situação.

Outra preocupação é a falta de leitos de terapia avançada de média e alta complexidade, em Tanguá. Além disso, a transferência de pacientes para outras unidades fora do município, como em Valença, no sul do estado, têm sido muito difícil em território tanguaense. 

Matérias Relacionadas