Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0741 Euro down 5,2058
Search

Fórum de Desenvolvimento da Alerj debate os desafios do teletrabalho

Recém-lançado pelo governo, guia de boas práticas para o trabalho à distância dá dicas de organização e relacionamento.

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 28 de abril de 2020 - 21:30
Imagem ilustrativa da imagem Fórum de Desenvolvimento da Alerj debate os desafios do teletrabalho

O isolamento social gerado pela pandemia de Covid-19 tem alterado a vida de boa parte da população, principalmente em relação à rotina de trabalho. Assim o chamado “home office” se tornou a opção mais utilizada. Diante desse novo cenário, o Fórum de Desenvolvimento da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) promoveu nesta terça-feira (28/04) nova edição do Painel on-line, que dessa vez teve como tema os desafios do teletrabalho na gestão pública.

Assessor-chefe do Laboratório de Aceleração de Eficiência Pública da Secretaria de Estado da Casa Civil e Governança (LAEP), Enzo Tessarolo apontou para as barreiras de infraestrutura que alguns servidores podem enfrentar como, por exemplo, a falta de um bom computador e de uma internet estável. No entanto, ele ressaltou que alguns hábitos podem facilitar a rotina de trabalho em casa. "Por isso, o LAEP publicou o guia de boas práticas para o trabalho à distância, contendo dicas de organização e relacionamento", comentou Tessarolo. O guia pode ser conferido clicando aqui.

Outra questão levantada na reunião foi a gestão de pessoas. Segundo Leonardo Mazzurana, diretor da Escola de Gestão e Políticas Públicas da Fundação CEPERJ, o “home office” requer uma revisão do relacionamento entre os companheiros de trabalho: “Isso sempre foi uma questão difícil de se trabalhar no serviço público e que, agora, a gente vê evidenciado pelo distanciamento. Então é mais um elemento que está sendo colocado diante de todos, não só a tecnologia. A maneira de se relacionar com a equipe vem sendo posta em xeque hoje”.

Mazzurana aproveitou para explicar também como funciona o curso sobre teletrabalho oferecido pela Fundação CEPERJ. O curso é gratuito e pode ser acessado por meio do link https://ceadceperj.com.br/.

Os participantes da teleconferência frisaram a importância do trabalho remoto em um momento tão delicado e ressaltaram que a empatia é um ótimo elemento para atravessar a crise de forma mais leve, pois além do trabalho os servidores precisam lidar com as famílias e com a preocupação em relação à saúde.

Secretária-geral do Fórum da Alerj, Geiza Rocha destacou a relevância do debate. "Esse encontro foi muito rico por apresentar medidas práticas, aprendizados e ferramentas já em uso por instituições estaduais e federais. No dia 06/05 vamos dar continuidade a ele convidando acadêmicos para refletir sobre as reconfigurações do mundo do trabalho. O professor Gaudêncio Frigotto e Heloisa Ayres, da UERJ, vão ser os painelistas", disse.

Todas as edições do Painel on-line podem ser acessadas pelo canal do Fórum de Desenvolvimento da Alerj no youtube ou pelo site do órgão.

Matérias Relacionadas