Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0940 Euro up 5,2442
Search

Bolsonaro critica medidas de isolamento e consequências para economia

O presidente publicou um vídeo com uma trilha sonora dramática

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 11 de abril de 2020 - 17:02
Presidente sempre falou mal sobre as medidas de isolamento social
Presidente sempre falou mal sobre as medidas de isolamento social -

O presidente Jair Bolsonaro utilizou suas redes sociais para compartilhar, na manhã deste sábado (11), um vídeo onde critica as medidas de isolamento social como uma forma de prevenir o coronavírus. Vale ressaltar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) já afirmou que as medidas de isolamento social são importantes para evitar a proliferação do Covid-19. A gravação de Bolsonaro tinha uma trilha sonora dramática ao fundo durante todo o tempo.

O vídeo compartilhado por Bolsonaro foi de uma entrevista que o presidente deu há duas semanas atrás, onde já criticava as medidas de isolamento social tomadas por dirigentes políticos estaduais e municipais. "Certas autoridades estaduais e municipais estão tomando medidas, no meu entender, além da normalidade, proibindo tráfego de pessoas, tráfego em rodovias, fechando empresas e fechado comércios", afirmou o presidente na gravação.

Logo depois disso, Bolsonaro falou sobre os motivos que o levam a preferir que o isolamento social chegue ao fim e disse que a situação vai abalar seriamente a economia do Brasil.

O presidente também citou ideias como desemprego e colapso econômico, caso a quarentena não chegue ao fim logo. Ele ainda afirmou que se o isolamento social não for finalizado "dentro de poucos dias" poderá ser "tarde demais" para reverter os prejuízos causados por ela.

"O caos está aí: sem dinheiro e sem produção. O homem do campo também vai deixar de produzir. Vamos viver do quê? Brasileiros acordem para realidade. Se não acordarmos, o caos está vindo: desemprego em massa e o desabastecimento começa a se fazer presente", afirmou Jair Bolsonaro.

O presidente ainda falou sobre caos para os brasileiros. "Espero que o Brasil volte à normalidade e encare o vírus como se fosse uma guerra mas em situação de igualdade, em pé. Se nós nos acovardamos, se formos pelo discurso fácil de todo mundo em casa, será um caos", disse ele.

O presidente vem se posicionando há muito tempo com relação a situação econômica do país com relação ao isolamento social. No dia 24 de março, ele afirmou que deveríamos todos "voltar para a normalidade", afirmando que deveríamos colocar um fim na quarentena. Já no dia 8 de abril, o presidente disse que a responsabilidade do isolamento social era de governadores e prefeitos.

Ao compartilhar seu vídeo neste sábado (11), Bolsonaro escreveu a seguinte frase: "Há 2 semanas falei sobre o que poderia acontecer no Brasil, caso se preocupassem apenas com um problema". O que demonstra que ele continua com os mesmos pensamentos sobre o fim da pandemia.

Matérias Relacionadas