Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0950 Euro up 5,2657
Search

"Ninguém vai tolher meu direito de ir e vir", diz Bolsonaro durante passeio

Presidente contrariou as orientações do Ministério da Saúde

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 10 de abril de 2020 - 14:15
O presidente visitou o Hospital das Forças Armadas, uma drogaria e o apartamento do filho, nesta sexta-feira (10)
O presidente visitou o Hospital das Forças Armadas, uma drogaria e o apartamento do filho, nesta sexta-feira (10) -

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou o feriado de Sexta-feira Santa para fazer mais um passeio por Brasília, contrariando as orientações do Ministério da Saúde. Deixando o Palácio da Alvorada por volta das 9h, Bolsonaro não passou pela portaria principal, onde encontraria com jornalistas e apoiadores, que ficam à espera do presidente. 

Bolsonaro se dirigiu primeiro ao Hospital das Forças Armadas (HFA). O compromisso não constava na agenda oficial. Ao ser questionado sobre o que foi fazer no local, o presidente disse aos jornalistas que foi "tomar sorvete". Após insistirem na pergunta, Bolsonaro respondeu aos jornalistas que foi "fazer teste de gravidez". 

Depois, por volta das 10h30, o presidente foi à uma drogaria. Questionado para onde mais iria, o Bolsonaro respondeu: "Eu tenho o direito constitucional de ir e vir. Ninguém vai tolher minha liberdade de ir e vir". Bolsonaro seguiu então para o Sudoeste, onde vive o filho Renan, que faz aniversário no dia 10 de abril. Ao sair, o presidente ouviu gritos de apoiadores e de críticos.

Nesta quinta-feira (9), o presidente visitou uma padaria em Brasília e voltou a defender que todas as atividades são consideradas essenciais e devem voltar ao funcionamento. 

Matérias Relacionadas