Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Isolamento no Estado do Rio por causa do coronavírus vai durar mais 15 dias

Informação foi dada pelo governador Wilson Witzel durante pronunciamento pelas redes sociais

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 27 de março de 2020 - 22:16
Governador fez pronunciamento pelas redes sociais
Governador fez pronunciamento pelas redes sociais -

O governador Wilson Witzel anunciou,  durante uma live em seu Facebook, na noite dessa sexta-feira (27), que estenderá o decreto de isolamento do Estado do Rio por mais 15 dias, a partir da próxima segunda-feira (30). Em sua fala, ele voltou a repetir os avisos sobre a quarentena.

"Se não respeitarem a quarentena, não conseguiremos salvar sua vida. Por isso, vou prorrogar o decreto por mais 15 dias a partir desta segunda-feira", disse."Nós não temos condições de fazer teste, podemos ter mais de mil casos da covid-19 no Estado do Rio. Muita gente precisa trabalhar, precisa sobreviver, mas em países que retardaram medidas, as pessoas ficaram doentes rapidamente", afirmou.  Até esta sexta, o Rio tinha 493 casos confirmados do novo coronavírus e 10 mortes.

"Sei que empresários estão com dificuldades, mas esse é o momento de cuidar da saúde. É muito importante que mantenhamos as restrições. "Não ha outra alternativa",declarou.  O secretário estadual de Saúde, Edmar Santos anunciou que a hidroxicloroquina será testada em pacientes graves."Ficar em casa faz a curva achatar, o vírus se transmite de forma mais lenta. O paciente chega com um pouquinho de falta de ar de manha, de tarde precisa de respirador e à noite morreu. A cada 10 pacientes no CTI, cinco morrem. As medidas não terão efeito, se as pessoas não ficarem em casa. Vamos começar a testar a hidroxicloroquina em pacientes graves, pra ver se muda a realidade da doença. Esse medicamento só poderá ser receitado por um médico", disse Santos.

O decreto publicado pelo governador com restrições à população para evitar aglomerações e conter a doença foi publicado no dia 17. O prazo de 15 dias para as medidas terminaria no início da próxima semana, na terça-feira (31).Witzel também reforçou que um mutirão humanitário vai distribuir cestas básicas para um milhão de famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único de Assistência Social, o Cad-Único. Segundo ele, o objetivo é socorrer famílias que vivem na pobreza extrema, as mais afetadas pelas medidas de isolamento social.

Matérias Relacionadas