Esposa de Eduardo Bolsonaro diz passar perrengue com salário de R$ 33 mil do marido

Heloísa contou que algumas vezes precisa fazer faxina em casa para economizar

Enviado Direto da Redação
Heloísa diz que passa por alguns perrengues quando viaja para os Estados Unidos

Heloísa diz que passa por alguns perrengues quando viaja para os Estados Unidos

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma fala de Heloísa Bolsonaro, esposa do deputado federal Eduardo Bolsonaro, foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais na noite desta quinta-feira (28). No Instagram, a psicóloga gravou uma série de vídeos relatando que passa por alguns 'perrengues' com o salário do marido. Eduardo recebe um salário de R$ 33 mil, além de auxílio-moradia de R$ 4.253, verba de R$ 30.788,66 a R$ 45.612,53 por mês para gastos com alimentação, aluguel de veículo e escritório, divulgação do mandato, entre outras despesas.

"Não estou reclamando, só quero que vocês entendam que não é esse luxo. A gente não fica andando de iate e barco à toa, de jatinho, de primeira classe… a gente passa muito perrengue também. Quando a gente vai pros Estados Unidos, economiza. A gente foi pro Havaí, mas nosso almoço era US$ 2 ou US$ 3, no mercadinho… ficava até mais magrinha, maravilha”, disse ela.

A nora do presidente Jair Bolsonaro contou que precisa fazer alguns serviços para economizar dinheiro. Heloísa afirmou que faz faxina em casa quando não pode pagar pelo serviço de um profissional. "Esses tempos eu fiz a unha, era uma francesinha por R$ 60. Achei caríssimo. Não que o valor da manicure não mereça. Tudo bem, é o trabalho dela e ela põe e preço que quiser, mas eu acho caro pagar isso… às vezes eu faxino minha casa porque não quero gastar naquela semana", desabafou a coach.

Depois, Heloísa ainda falou sobre as pessoas que acham que políticos são ricos e vivem com regalias. Ela afirmou que "político é rico se já vem de uma família de bens. Ou economizou seu salário e aplicou em investimentos, empreendeu em algum negócio que lhe traga mais renda"

Pouco tempo depois, a fala de Heloísa já circulava pelas redes sociais e seu desabafo virou motivo de piadas e memes na internet. Muitos dizem que os problemas da psicóloga não condizem com a realidade brasileira, com famílias que sobrevivem com salário mínimo ou muito menores que o de seu marido.

Eduardo Bolsonaro saiu em defesa da esposa e afirmou que a 'extrema imprensa' faz de tudo para difamar as pessoas da família Bolsonaro.

"A extrema imprensa tem ódio de nós Bolsonaros e fará de tudo para nos prejudicar, até mesmo atacar uma mulher que não está no jogo político, que sequer é empregada de algum agente do governo, mas que cometeu o crime de ter Bolsonaro no nome.", disse ele.

Veja também