Presidente da CPMI das Fake News ameaça prender Carlos Bolsonaro

O senador tem a prerrogativa de dar voz de prisão

Enviado Direto da Redação
Carlos Bolsonaro será convocado para depor sobre acusações de divulgar fake news

Carlos Bolsonaro será convocado para depor sobre acusações de divulgar fake news

Foto: Reprodução


A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News foi instalada nesta quarta-feira (4) e o senador Angelo Coronel (PSD-BA) foi eleito presidente. Nesta sexta-feira (06), ele disse, se referindo ao vereador Carlos Bolsonaro: “Farei uma pergunta muito simples [a Carlos]: você usou fake news para depreciar adversários? Se você mentir, eu posso lhe dar voz de prisão”. O senador Coronel ainda disse: "ansioso por ficar frente a frente com o filho de Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro (PSC)."


O senador Coronel por ser presidente da CPMI tem a prerrogativa de dar voz de prisão caso entenda que o depoente está mentindo.


Carlos Bolsonaro será convocado pela relatora do caso, deputada Lídice da Mata (PSB), para depor sobre acusações de divulgar fake news nas redes sociais durante a última campanha eleitoral.

Veja também