Câmara Municipal de Niterói debate desemprego de metalúrgicos

Haverá também audiência pública sobre o aumento alarmante da sífilis congênita

Enviado Direto da Redação
Audiências públicas acontecem na próxima terça (13) e quinta-feira, às 10h

Audiências públicas acontecem na próxima terça (13) e quinta-feira, às 10h

Foto: Divulgação


Na próxima semana, a Câmara Municipal de Niterói recebe debates sobre dois importantes temas. Na próxima terça (13), acontece audiência pública sobre o aumento alarmante da sífilis congênita nos últimos 10 anos na cidade. Na quinta (15), a audiência será sobre o desemprego em massa de metalúrgicos no município. Ambas as audiências acontecem no Plenário Brígido Tinoco, às 10h. 


No caso da sífilis congênita, especialistas em saúde apontam que Niterói tem quase 15 casos a cada 1 mil nascidos, quando a média  nacional é praticamente a metade. Os índices assustadores geraram até uma representação no Ministério Público por parte do médico e professor da UFF, Mauro Romero Leal.


"Precisamos promover o debate público para identificar as causas do problema e as medidas possíveis para sua superação", disse o vereador Renatinho do PSOL, presidente da Comissão dos Direitos Humanos, da Criança e do Adolescente da Câmara de Niterói. 


Já no caso da falta de oportunidades de trabalho na indústria naval, o movimento SOS Empregos informa que 3,5 mil demitidos do Estaleiro Mauá lutam para receber os direitos trabalhistas. Segundo o movimento, o setor chegou a ser responsável por oferecer 178 mil empregos diretos e indiretos na  cidade.

Veja também