Maior evento de tecnologia do mundo chegará pela primeira vez em Maricá

“Campus Party” será entre os dias 18 a 20 de outubro

Enviado Direto da Redação
Apresentação do evento aconteceu no Instituto Federal Fluminense (IFF), no bairro de Ubatiba

Apresentação do evento aconteceu no Instituto Federal Fluminense (IFF), no bairro de Ubatiba

Foto: Divulgação

Maricá vai ser a primeira cidade do Estado do Rio a receber um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, a ‘Campus Party’, que vai ocupar o Esporte Clube Maricá dos dias 18 a 20 de outubro.


O anúncio oficial e a apresentação do projeto ocorreram no auditório do Instituto Federal Fluminense (IFF), no bairro de Ubatiba.


O secretário de Ciência, Tecnologia e Comunicações, Sérgio Mesquita, fez a introdução para um breve palestra do presidente do Instituto Campus Party e um dos criadores do evento há 21 anos, o espanhol Francesco Farruggia. Ele explicou o conceito da Campus Party e sua importância para a consolidação da era digital.


“É um ecossistema para quem quer evoluir digitalmente e procura caminhos para isso, e nós estamos levando Maricá para o mapa digital do mundo”, afirmou ele, ao lembrar que o evento já ocorre em mais de 70 países e em dez cidades brasileiras, sendo a maioria das edições nacionais em São Paulo.


Farruggia antecipou ainda que Maricá terá dois laboratórios do projeto Include, mantido pelo Instituto Campus Party e que promove a inclusão digital em áreas carentes no mundo todo. Por aqui, os locais escolhidos são o Bairro da Amizade e a comunidade do Risca Faca, em Inoã.


“Os jovens desses locais aprendem a usar o mundo digital para produzir e gerar renda de forma rápida. Se não ensinarmos a eles como fazer isso, o narcotráfico o fará e nós vamos perder esses meninos e meninas”, alertou o presidente do instituto.


Sérgio Mesquita definiu a Campus Party como “um encontro de tribos que pensam digitalmente”. “Lá se encontra de tudo neste setor, desde start ups e métodos do co-working da maior eficiência, além de palestras sobre o futuro da educação dentro desse contexto. Participei de uma das edições em Brasília e fiquei maravilhado. Mostrei nossa ideia ao prefeito Fabiano Horta e, felizmente, ele abraçou o projeto. Estamos bastante empolgados”, garantiu o secretário.

Veja também