Alerj derruba veto de Witzel e Detran não vai rebocar mais carros em blitz

Motoristas terão sete dias para regularizarem pendências no veículo

Enviado Direto da Redação

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) derrubou o veto do governador Wilson Witzel, nesta terça-feira (2), e aprovou a lei que suspende o serviço de reboque do Dentran durante as blitz. Desta forma, quando algum veículo for flagrado com alguma irregularidade, o motorista terá um prazo para resolver a pendência.

De acordo com a determinação, todo motorista que apresentar documentação ou carros irregulares terão sete dias para fazer a regularização. Dentro deste tempo, o motorista precisa procurar qualquer posto do Detran e comprovar que a pendência foi sanada. Caso não cumpra com a exigência, o carro ficará impedido de circular e poderá ser rebocado.

Em casos em que o motorista não apresentar a carteira de habilitação, será necessário que alguém habilitado retire o carro na blitz.

Outra decisão aprovada na Alerj nesta terça é a de que todas as fiscalizações do Detran deverão ser filmadas. O órgão já informou que vai respeitar a nova lei.

Veja também