Programa forma turma de mulheres empreendedoras em São Gonçalo

O 'Lidera Mulher' formou sua quinta turma na cidade

Enviado Direto da Redação

Foto: Divulgação

“Esse momento representa mais um salto na minha vida. Toda mulher traz consigo uma história de vida e se eu fui capaz de ir aprendendo tudo novamente, acho que todo mundo pode aprender todos os dias, em todos os momentos”, afirmou Edileuza Miranda, 42, ao receber o certificado do ‘Lidera Mulher’, durante a formatura da quinta turma de mulheres empreendedoras, que aconteceu, no Instituto Cultural Brasil Estados Unidos (Icbeu), no bairro do Zé Garoto.


Aos 40 anos a microempresária Edileuza que é proprietária da Di Miranda Cake Design, empresa de bolos decorados, sofreu uma isquemia cerebral que fez com que perdesse parte da memória. Sem lembrar de como produzia seus bolos, ela contou com a ajuda da família para reaprender a sua profissão.


Dois anos depois, se recuperando aos poucos da doença, ela resolveu se inscrever no ‘Lidera Mulher’ em busca de mais aprimoramento para o seu negócio. E assim como Edileuza, muitas empreendedoras seguem na busca de autonomia.


Fruto da parceria entre a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para o Idoso, Mulher e Pessoa com Deficiência (SEMIMD) e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, junto com o Sebrae, o ‘Lidera Mulher’ foi criado em 2018 com a meta de consolidar formalmente negócios chefiados por mulheres.


Com o objetivo de levar o projeto para bairros mais afastados do Centro de São Gonçalo, a equipe junto com a SEMIMD, criaram a Caravana Lidera Mulher.


A sexta turma do Lidera Mulher vai inciar em agosto. Para participar é necessário possuir um ano ou mais como microempreendedor individual (MEI) e ter no mínimo 19 anos. As inscrições são feitas através do e-mail projetolideramulher.sg@gmail.com.

Veja também