Prefeitura de SG discute utilização do teatro municipal com a Academia Gonçalense de Letras

Encontro acontece hoje, às 19h, no Zé Garoto

Enviado Direto da Redação
Empreendimento foi ‘entregue’ na última semana de 2016 e até o momento ainda não foi inaugurado

Empreendimento foi ‘entregue’ na última semana de 2016 e até o momento ainda não foi inaugurado

Foto: Leonardo Ferraz

Por Rennan Rebello

O Teatro Municipal Gonçalense,  que foi construído em 2016 mas até o momento não foi inaugurado no município, segue sendo uma das principais pautas dos ativistas culturais da cidade, e hoje, às 19h, a Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências (Aglac) receberá no auditório do Instituto Cultural Brasil Estados Unidos (ICBEU), no bairro do Zé Garoto, o secretario de Cultura e Turismo e Fundação de Artes de São Gonçalo, Carlos Ney, que estará conversando com os membros da Aglac sobre atual situação do empreendimento. O evento é aberto ao público.

“Fui convidado para fazer uma explanação sobre o relatório da Comissão Multidisciplinar de Avaliação do Teatro Municipal (publicada no Diário Oficial de São Gonçalo, em fevereiro deste ano) que participei, vamos debater e ouvir as propostas da Aglac”, disse Carlos Ney.

Para o presidente da Aglac, Décio Machado, este debate com o secretário de Cultura será uma oportunidade da entidade oferecer ajuda para a abertura do teatro.

“Nós da Aglac, nos colocamos a disposição para ajudar a custear gastos do teatro e se possível até mesmo em ajudar a administrar, não apenas para nossos eventos mas sim, para a população da cidade como um todo. Como gonçalenses, nós sentimos em ver aquele teatro fechado, chega a nos dar uma dor no coração e aquele espaço é fundamental para todos os segmentos culturais de S.Gonçalo”, disse Décio, que se disponibilizou para dialogar com outras classes artísticas.

“Toda reunião da Aglac, como esta, com o secretário Carlos Ney é aberta a todos. Para quem quiser somar conosco neste propósito de lutar pelo teatro e queira entender este processo, basta aparecer em nossos encontros que acontecem na terceira quinta-feira do mês no ICBEU ou podem me ligar através do número: (21) 98224-0484”, comentou.

Sobre uma possível administração de terceiros no Teatro Municipal, o secretário Carlos Ney, explicou que antes de tudo é preciso que se resolva o impasse entre a construtora e a Prefeitura - este imbróglio foi noticiado em O SÃO GONÇALO na última terça-feira - e depois é preciso que se haja um edital público, caso haja esta possibilidade.

Veja também