Rodrigo Neves afirma que reassumirá cargo hoje

Ele foi recebido com grande festa em Niterói

Enviado Direto da Redação
Neves conseguiu habeas corpus na última segunda-feira após decisão do Tribunal de Justiça do RJ

Neves conseguiu habeas corpus na última segunda-feira após decisão do Tribunal de Justiça do RJ

Foto: Leonardo Ferraz

Preso desde o dia 10 de dezembro de 2018, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, deixou a prisão de Bangu 8, ontem, beneficiado por decisão da Justiça. O político que é acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) de receber propina das gratuidades dos ônibus da cidade, foi recebido com uma grande festa em frente ao prédio onde mora, em Santa Rosa. Animado, Neves deverá retomar hoje suas funções à frente do Executivo, em Niterói.


Os desembargadores do Tribunal de Justiça entenderam que não haviam provas suficientes para manter Neves, seu ex-secretário de Obras, Domício Mascarenhas, o presidente da TransOceânico, João Carlos Félix Teixeira, e o presidente da Transnit, João dos Anjos Silva Soares, na prisão. Eles, também acusados de integrar o esquema de propinas, também irão responder ao processo em liberdade.


O prefeito que é formado em Sociologia, saiu do presídio segurando livros (como no fim do ano passado em que foi preso em sua residência em Santa Rosa, na Zona Sul niteroiense) e acompanhado de uma de suas filhas, Mayara Sixel, que está grávida. “A população de Niterói me conhece e as próprias investigações apontaram que em todo período de mandato nunca houve movimentação suspeita na minha conta. Mas a gente está firme porque o povo de Niterói acredita em nosso trabalho e a partir de amanhã (hoje), já estarei trabalhando novamente pela cidade. Gostaria de agradecer a todos que nos ajudaram no trabalho na Prefeitura, e também apoiaram minha família”, enfatizou.


Festa - Rodrigo Neves foi recebido com uma grande festa em frente ao prédio onde mora, em Santa Rosa, e fez novos agradecimentos à sua equipe e prometeu trabalhar ainda mais em prol de Niterói.

Veja também