Giordano será vice na chapa de Marcia Tiburi ao Governo do Estado

PCdoB e PT seguiram coligação feita em nível nacional

Escrito por Redação 07/08/2018 12:06, atualizado em 06/08/2018 13:26
Leonardo Giodiano é vereador em Niterói
Leonardo Giodiano é vereador em Niterói . Foto: Luiz Nicolella

Por Rennan Rebello


No "apagar das luzes" para a oficialização de chapas que disputarão o Governo do Estado, o diretório estadual do PT seguiu a diretriz nacional de coligação com PCdoB e anunciou, nesta segunda-feira, o vereador de Niterói,Leonardo Giodarno, como vice de Marcia Tiburi. Apesar de ter realizado convenção durante o dia para confirmar a candidatura majoritária de Giodarno, o acordo do PcdoB com o PT foi fechado no final da noite de domingo entre as legendas, como ocorreu em nível nacional. 


“Estou muito contente com essa composição com a Marcia (Tiburi). Tentamos fazer um bloco com outros partidos de esquerda mas infelizmente não conseguimos. Tenho a convicção de que representamos uma alternativa, antagonista a esses ‘velhos medalhões’ da política. Temos propostas, como a rediscussão do plano de recuperação fiscal do Rio que impede que  o nosso estado avance em investimentos e impede até a execução de concursos públicos.”, disse o parlamentar niteroiense.


Giordano será o quarto representante da região na disputa pelo principal cargo do Executivo estadual. Romário (Podemos) fechou para vice com o deputado federal Marcelo Delaroli (PR), que tem sua base eleitoral em Maricá.  E o ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM) anunciou, no domingo, o deputado estadual niteroiense Comte Bittencourt (PPS) também como vice para as eleições em outubro. 


Em paralelo, a professora gonçalense Dayse Oliveira (PSTU) oficializou o petroleiro Pedro Vilas-Bôas de Macaé de seu próprio partido como segundo de sua chapa.


11 candidaturas - Até o momento, há 10 candidatos a governador do Estado mas esse número pode cair em função das articulações políticas. O prazo final para registro das chapas completas e coligações termina na quarta-feira da semana que vem (15), véspera do início oficial da campanha. 


Já estão fechadas também as seguintes chapas para disputa a governador: Tarcísio Motta e Ivanete Conceição (ambos do PSOL), Índio da Costa  e Zaqueu Teixeira (ambos PSD), Marcelo Trindade e Carmem Migueles  (Novo). 


Mendelssohn Kieling (PMB) retirou candidatura para apoiar Anthony Garotinho (PRP), que segue sem definir seu vice assim como Pedro Fernandes (PDT) e  Wilson Witzen (PSC) que, segundo sua assessoria de imprensa deste último, ainda não definiu seu vice mas deixou em aberto a possibilidade de renunciar para apoiar outra chapa. O PSC só não revelou qual.


Já estão fechadas as seguintes chapas: Tarcísio Motta e Ivanete Conceição (ambos do PSOL), Índio da Costa e Zaqueu Teixeira (ambos PSD), Marcelo Trindade e Carmem Migueles (Novo) e o ex-juiz federal Wilson Witzel confirmou, ontem, o nome de Cláudio Castro como vice (os dois são do PSC). 


Já Mendelssohn Kieling (PMB) retirou candidatura para apoiar Anthony Garotinho (PRP), que anunciou a vereadora Leide (PRB), de Duque de Caxias, como a vice da chapa. A coligação de apoio ao candidato será formada pelo PRP (partido de Garotinho) PRB, PTC, Patriota e PMB. O nome da coligação será "O povo vai voltar a ser feliz".

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas