Alerj debate prejuízos causados a moradores de Itaboraí com as obras na BR-493

Construção está dificultando passagem dos habitantes

Enviado Direto da Redação
Duplicação isola população de Itambi e adjacências

Duplicação isola população de Itambi e adjacências

Foto: Divulgação

A Comissão de Trabalho, Legislação Social e Seguridade Social da Assembleia Legislativa realizou audiência pública na última sexta-feira, para averiguar eventuais prejuízos causados aos moradores de Itaboraí em decorrência da obra de duplicação da BR-493. O encontro ocorreu na Câmara do município.

O deputado Paulo Ramos (PDT), que preside a comissão, explicou que a obra tem dificultado o deslocamento dos habitantes de regiões próximas. “A estrada isola um distrito. Os trabalhadores não conseguem chegar ao seu local de trabalho”, afirmou.

Desde 2017, moradores de Itambi e adjacências questionam as obras, já que o projeto executado até então não previa agulhas de acesso da estrada às vias marginais, passarelas, retornos nem novos trajetos para ônibus. A população também se preocupa com possíveis inundações, devido ao assoreamento de canal do Rio Itambiçu.

Veja mais notícias:


Samu de Maricá realizou 830 atendimentos entre os meses de janeiro e maio

Policlínica organiza reunião com pacientes do núcleo de Manilha

Secretaria de Obras de Maricá faz melhorias em rua de Itaipuaçu

Veja também