Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Projeto de lei garante ao consumidor mais discrição na entrega de compras feitas pela internet

Proposta será votada pela Alerj

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 13 de outubro de 2017 - 11:18
O objetivo é evitar que terceiros tenham acesso à descrição dos produtos entregues
O objetivo é evitar que terceiros tenham acesso à descrição dos produtos entregues -

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, em primeira discussão, o projeto de lei 2.189/16, do deputado André Ceciliano (PT), que garante ao consumidor a opção de omitir as informações que ficam expostas na embalagem de produtos comprados pela internet.

O objetivo é evitar que terceiros tenham acesso à descrição dos produtos entregues. A proposta ainda será votada em segunda discussão pela Alerj. Segundo o projeto, o consumidor poderá autorizar, no ato da compra, que outra pessoa receba suas mercadorias.

A proposta também obriga o fornecedor a elaborar um documento específico, diferente da nota fiscal, quando for necessária assinatura de documento comprobatório de recebimento do produto por terceiros. A empresa que não obedecer à norma poderá sofrer sanções previstas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Segundo Ceciliano, o objetivo é resguardar a privacidade dos consumidores. “O objetivo é proteger a privacidade de quem compra um produto que pode gerar constrangimento no ato da entrega, por exemplo, um medicamento para impotência sexual ou artigos eróticos, porque a compra pela internet é muito comum”, opinou.

Matérias Relacionadas