Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Jair Bolsonaro depõe hoje sobre joias sauditas

Junto com Bolsonaro, outros personagens envolvidos também serão ouvidos

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de abril de 2023 - 16:54
Ex-presidente depõe nesta quarta (05)
Ex-presidente depõe nesta quarta (05) -

O ex-presidente Jair Bolsonaro depõe, na tarde desta quarta-feira (05), à Polícia Federal após ter sido intimado sobre as joias sauditas recebidas e confiscadas no Aeroporto de Guarulhos, no ano passado. O conjunto de joias foi avaliado em R$ 16,5 milhões e confiscado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), após ser alegado que foram presentes ao governo brasileiro e, por isso, devem fazer parte do acervo público da presidência.

Jóias entregues por Bolsonaro à União
Jóias entregues por Bolsonaro à União |  Foto: Divulgação
 

Junto com o ex-presidente, também serão intimados a depor o militar Mauro Cid, ex-ajudante de ordens da Presidência da República, Marcelo Câmara, assessor que trabalha na segurança de Bolsonaro, e o ex-chefe da Receita Federal, Julio Cesar Vieira Gomes, personagens que tentaram forçar a liberação das joias confiscadas. O ex-ministro Bento Albuquerque foi o primeiro a tentar a liberar as joias após o confisco, alegando que se tratava de um presente para a ex primeira dama, Michelle Bolsonaro. O ex-ministro de Minas e Energia afirmou ainda para a PF, no mês passado, que não havia informado aos fiscais da Receita Federal, no Aeroporto de Guarulhos no ano anterior, que estava portando um estojo com joias dado pela Arábia Saudita a Bolsonaro. 

O militar Mauro Cid também teria emitido um ofício, com brasão da república, para pedir a liberação das joias apreendidas em Guarulhos. O ex-chefe da Receita, Julio Cesar Vieira Gomes, que também teria participado da elaboração do ofício junto com Mauro Cid, também foi procurado por Bolsonaro, com o mesmo intuito de recuperar as joias.

A PF deseja saber a origem e destino das joias sauditas, quem entregou e para onde seria seu destino final; se era para acervo pessoal do ex-presidente ou para acervo da Presidência. 

Ainda existem pacotes de joias que estão sob posse de Bolsonaro e não foram devolvidos. Neste mês, um terceiro lote deve ser entregue para a guarda da Caixa. O presidente iniciou o depoimento às 14h30 desta quarta.

Matérias Relacionadas