Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1937 | Euro R$ 5,5292
Search

Ministro afirma que terroristas tinham plano para matar Lula

Flávio Dino disse que PF encontrou mensagens entre os criminosos que indicam que presidente seria alvo de atentado

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 25 de fevereiro de 2023 - 09:21
Flávio Dino relatou que o preso George Washington teria recebido treinamento e obtido instruções de como dar um tiro de fuzil de longa distância
Flávio Dino relatou que o preso George Washington teria recebido treinamento e obtido instruções de como dar um tiro de fuzil de longa distância -

Em entrevista ao jornal Estadão, o ministro da Justiça Flavio Dino, afirmou que investigações da Polícia Federal (PF) apontam que George Washington de Oliveira, preso e acusado de instalar uma bomba num caminhão nas cercanias do aeroporto de Brasília, em dezembro do ano passado, planejava assassinar o presidente Lula, durante a posse presidencial, em 1º de janeiro. De acordo com o ministro, a PF teria encontrado mensagens trocadas pelo criminoso que sugerem que havia um plano para matar o presidente. 

Flávio Dino relatou que o preso George Washington teria recebido treinamento e obtido instruções de como dar um tiro de fuzil de longa distância. Ele ainda afirmou aos jornalistas que havia atos preparatórios para a execução de Lula, que iria acontecer no dia da posse presidencial. 

George foi preso no dia 24 de dezembro de 2022, acusado de instalar bomba em um caminhão-tanque de combustível nos arredores do aeroporto de Brasília.

Conforme Flávio Dino, em um dos diálogos encontrados pela PF, o bolsonarista procura informações de qual o melhor fuzil e qual a melhor mira para tantos metros de distância. Em outra conversa com um instrutor de tiro, George chega a pedir informações sobre a mira da arma, perguntando qual equipamento seria mais adequado “para tal distância”.

Matérias Relacionadas