Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,2821 Euro down 5,3639
Search

Ex-assessor revela que Gabriel Monteiro fazia sexo na frente dos funcionários

Trecho consta no relatório final apresentado pelo Conselho de Ética da Câmara do Rio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 03 de agosto de 2022 - 15:50
Em maio deste ano, Gabriel Monteiro virou réu na Justiça pela filmagem de sexo com uma adolescente
Em maio deste ano, Gabriel Monteiro virou réu na Justiça pela filmagem de sexo com uma adolescente -

Um dos ex-assessores do vereador Gabriel Monteiro (PL) revelou em depoimento que o parlamentar tinha relações sexuais com menores na frente de integrantes de sua equipe durante o trabalho. No trecho do depoimento do assessor Heitor Nazaré, ele conta que Monteiro levava as adolescentes para os escritórios onde os funcionários trabalhavam e pedia para que elas mostrassem os seios. 

“Já teve ocasiões que a gente estava editando vídeo durante o expediente, e o Gabriel chega lá com uma garota e começa a transar com a garota na nossa frente, mandar ela alisar ele e coisas do tipo” , revelou.

O ex-assessor afirmou ainda que a atitude do vereador deixava alguns funcionários constrangidos, mas outros não se incomodava, chegando até mesmo a participar dos atos.

“Algumas aceitavam tranquilamente, entravam no clima, e outras já ficavam constrangidas e pediam para ele parar, mas ainda assim ele continuava. Ele pedia para ela mostrar o peito pra gente”, disse o ex-assessor, que afirmou que Monteiro sabia a idade das meninas e que ele falava abertamente sobre isso para toda a equipe. 

Vinícius Hayden Witeze, um outro ex-assessor de Gabriel Monteiro, também afirmou que o parlamentar sabia a idade da jovem que aparece em um vídeo durante uma relação sexual. Vinícius morreu em um acidente de carro na região serrana do Rio de Janeiro, em maio deste ano.

Um outro funcionário da equipe de Gabriel Monteiro, Fábio Neder, disse que a adolescente era vista frequentemente na casa do vereador e que ela aparecia no local com o uniforme da escola. O ex-funcionário Robson Coutinho disse à polícia que Gabriel chamava a jovem de "minha novinha" abertamente. 

Em maio deste ano, Gabriel Monteiro virou réu na Justiça pela filmagem de sexo explícito com a adolescente e por importunação e assédio sexual cometidos contra uma ex-funcionária.

Matérias Relacionadas