Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,1759 Euro up 5,2882
Search

Juiz condena advogado da família Bolsonaro a pagar indenização a Jean Wyllys

Valor da indenização é de R$ 20 mil

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 31 de julho de 2022 - 19:47
Indenização é por danos morais
Indenização é por danos morais -

O juiz Juarez Fernandes Cardoso, do 5° Juizado Especial Cível do Rio, em Copacabana, homologou uma decisão que condenou o advogado da família Bolsonaro a pagar uma indenização de R$ 20 mil ao ex-parlamentar Jean Wyllys. A Justiça considerou que Wassef caluniou Jean Wyllys ao tentar ligar o ex-parlamentar ao atentado sofrido pelo presidente Jair Bolsonaro durante a campanha presidencial de 2018.

"No caso em tela, o réu não se limitou à crítica política e, nem mesmo, demonstrou a veracidade de suas acusações. Verifica-se que o réu deu uma entrevista com o intuito de caluniar o Autor, sugerindo estar ele associado ao crime de tentativa de homicídio do Presidente da República, utilizaram o ardil de, supostamente haver investigação da Polícia Federal, tendo como única intenção causar danos ao autor", registrou a sentença condenatória.

A decisão ainda determina que Wassef faça uma retratação pública, sob pena de multa de valor único. A retratação deve ser 'no mesmo canal', onde foi feita a acusação caluniosa. A acusação foi feita em uma entrevista do advogado à CNN em abril de 2020.

As declarações de Wassef exorbitaram o limite de mera opinião pessoal, sendo capazes de ferir a honra, e, até mesmo, colocar em risco a segurança' de Jean Wyllys.", avaliou o juizado

Segundo o documento, Wassef extrapolou seu direito ao caluniar Wyllys de participar do atentado ao presidente sem apresentar provas. Segundo a decisão, a conduta do advogado da família Bolsonaro 'não tem intuito de informação, nem de debater politicamente, apenas extrapola o limite e ofende a honra, a dignidade e a imagem' do ex-parlamentar.

Matérias Relacionadas