Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Prefeito de Rio Bonito paga cachês de R$ 825 mil a Zezé di Camargo, Ludmila e Ferrugem

Os três artistas foram contratados para shows no aniversário de 176 anos da cidade

relogio min de leitura | Escrito por Daniel Magalhães | 25 de maio de 2022 - 19:21
Prefeito Leandro Peixe (Republicanos) gastou mais de R$ 1 milhão com artistas para evento de aniversário da cidade
Prefeito Leandro Peixe (Republicanos) gastou mais de R$ 1 milhão com artistas para evento de aniversário da cidade -

Moradores de Rio Bonito, cidade com pouco mais de 60 mil habitantes, estão criticando o prefeito Leandro Peixe (Republicanos) por ter gasto mais de R$ 1 milhão no pagamento de cachês para artistas famosos se apresentarem na festa de aniversário de 176 anos da cidade, entre os dias 5 e 8 de maio. Durante os quatro dias de festividade, houve shows de Zezé di Camargo e Luciano (cachê de R$ 375 mi); Ludmilla (R$ 250 mil); Ferrugem (R$ 200 mil), entre outros. Os shows aconteceram numa mega estrutura montada no bairro Mangueirinha, com entrada gratuita para a população.

No total, a cidade, que no início do ano sofreu com fortes chuvas que deixaram muitos desalojados, que tiveram que buscar abrigos em escolas da região, gastou R$ 1.002.500,00 (Um milhão, dois mil e quinhentos reais) na contratação dos artistas. Além dos shows dos famosos, houve também apresentações de cantores locais e um desfile cívico escolar, que custaram pouco mais de R$ 70 mil aos cofres da cidade.

Dupla sertaneja foi quem levou o cachê mais alto do evento: R$ 375 mil
Dupla sertaneja foi quem levou o cachê mais alto do evento: R$ 375 mil |  Foto: Divulgação
 

A festa, divulgada fervorosamente nas redes sociais da prefeitura, foi alvo de elogios, mas também de muitas críticas sobre se o dinheiro não poderia ser investido em melhorias para a cidade, como saneamento básico e educação.

"Dinheiro jogado fora. Depois o povo vai reclamar com o prefeito a falta de saneamento básico", escreveu um morador da cidade nas redes sociais.

Piada pura, com esses milhões gastos formaria vários jovens em diversos cursos técnicos. Mas, para quê formar o jovem se a nata de Rio Bonito precisa de mão de obra barata? Morador de Rio Bonito (anônimo)
 

"E começa tudo outra vez: buracos, estacionamentos irregulares, desgoverno e muito mais... Que venha 2023 com artistas e cantores com cachês milionários", postou um morador na publicação da prefeitura que divulgava um dos shows. "O posto de saúde e o hospital está precisando desse dinheiro todo que deram aos cantores", reclamou outra.

Ludmilla recebeu cachê de R$ 250 mil para se apresentar na cidade
Ludmilla recebeu cachê de R$ 250 mil para se apresentar na cidade |  Foto: Divulgação
 

Além dos eventos culturais e shows, a programação de quatro dias também teve a etapa da Corrida & Caminhada da UFF, Circuito de Skate, Campeonato de Voo Livre, além das feiras de artesanato e agricultura, com a exposição de produtos artesanais e orgânicos. 

Cachês pagos:

Eugênio Jorge - R$ 27, 5 mil

Cassiane - R$ 65 mil

Fernanda Brum - R$ 85 mil

Ferrugem - R$ 200 mil

Ludmilla - R$ 250 mil

Zezé di Camargo e Luciano - R$ 375 mil

Total: R$ 1.002.500 (Um milhão, dois mil e quinhentos reais)

Cantor Ferrugem também se apresentou na cidade, recebendo um cachê de R$ 200 mil
Cantor Ferrugem também se apresentou na cidade, recebendo um cachê de R$ 200 mil |  Foto: Divulgação
 

A Prefeitura de Rio Bonito afirmou em nota que "em resposta a esse importante veículo de informação, informamos que o investimento feito para a realização da festa da cidade promoveu, independentemente dos valores injetados diretamente na economia por meio das contratações do município, mais de 500 empregos temporários diretos e indiretos, movimentando diversos ramos econômicos da cidade".

"Quanto às afirmações de uso dos valores em áreas como saúde e educação, a verba pública é carimbada, tem destino certo, com realização de licitação e pagamento através de processo, que é público. E, somente desta forma, pode ser utilizada para as áreas em que foram contempladas, no entanto, as afirmações quanto à saneamento básico, formação técnica e saúde, são alvo de outras ações do município que estão em andamento, mas não foram comentadas na reportagem", encerra a nota.

Matérias Relacionadas