Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0950 Euro down 5,2413
Search

Autoridades e políticos da região prestam homenagens à reitora Marlene Salgado de Oliveira

Educadora morreu na manhã desse sábado (21), deixando um legado para a Educação

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 21 de maio de 2022 - 14:54
Professora Marlene deixa um legado para educação gonçalense
Professora Marlene deixa um legado para educação gonçalense -

Por meio de nota e nas redes sociais, autoridades e políticos da região lamentaram a morte da reitora da Universidade Salgado de Oliveira (Universo), Marlene Salgado de Oliveira, na manhã deste sábado, aos 86 anos.

Os prefeitos de Niterói e São Gonçalo, decretaram três dias de luto oficial pela morte da reitora. “A professora Marlene sempre se dedicou à Educação, contribuindo direta e incansavelmente para a formação de milhares de gonçalenses. O município perde hoje uma de suas maiores educadoras, mas seu legado continuará em cada sala de aula", afirmou o prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson.

“Recebi com tristeza a notícia do falecimento da professora Marlene Salgado de Oliveira. Lamento muito a perda deste grande nome da educação no país e na nossa cidade. Reitora da Universo, irá sempre nos inspirar com seu legado de empreendedorismo e na formação de gerações de profissionais e cidadãos. Vou decretar luto oficial de três dias em Niterói em reconhecimento ao seu trabalho e empenho na Educação de nossa cidade. Aos filhos Wellington, Jefferson e Wallace, e demais familiares e amigos, minhas condolências”, lamentou o prefeito de Niterói Axel Grael.

O deputado Estadual Fernando Salema, também prestou seu pesar à família. “Dona Marlene se empenhou ao ser a pioneira em fundar a primeira universidade de São Gonçalo. Ela realmente não veio ao mundo a passeio. Hoje, tanto a Universo como o Colégio Dom Hélder são duas potências educacionais responsáveis pela formação de milhares de profissionais capacitados e qualificados ao longo de todos esses anos. A importância dela para a valorização da Educação em nosso município é inegável. Essa é uma grande perda não somente para a família e os amigos, mas principalmente para a nossa cidade. Me solidarizo com todos neste momento de dor e tristeza”, pontuou.

O mesmo fez o deputado Estadual Filippe Poubel. “A professora Marlene Salgado de Oliveira foi inspiração para estudantes de todas as idades. Com sua vida dedicada à educação, e filantropia, deixa saudades. Que seu legado continue forte; e Deus conceda aos familiares e amigos força nesse momento de despedida. Siga na paz do Senhor, professora”, lamentou.

"Com profundo pesar lamento a morte da professora e reitora da Universidade Salgado de Oliveira (Universo), Marlene Salgado, que deixou um imenso legado na educação para as populações de São Gonçalo e Niterói, além de outras cidades da região.Seu empenho e toda sua história de vida educacional servem de exemplo para inúmeras gerações. Meus mais sinceros sentimentos aos seus filhos e familiares", declarou a deputada Estadual Zeidan.

O deputado Waldeck Carneiro falou da relação carinhosa entre eles. “Lamento o falecimento da Professora Marlene Salgado, educadora de grande destaque no Rio, especialmente em São Gonçalo e em Niterói, por suas múltiplas iniciativas no campo da educação, notadamente no ensino superior. Guardarei a forma sempre carinhosa com que me recebeu inúmeras vezes na Universo e seu apoio na construção do Plano Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Niterói, processo que liderei em 2013, no primeiro governo Rodrigo Neves. Transmito minha solidariedade à família e à comunidade acadêmica da Universo”, ressaltou.

O deputado Federal Altineu Cortês falou sobre a perda irreparável para educação, que representa a morte da professora Marlene Salgado de Oliveira. “É uma perda enorme para o município de São Gonçalo, para educação de São Gonçalo e do Brasil. Ela foi uma lutadora. Levou o nome da cidade através da educação para o Brasil inteiro. Essa é uma grande perda. Dona Marlene é um empreendedora que orgulhou muito o nome da nossa cidade. Meus sentimentos aos seus filhos, netos e toda sua família. É muito triste deixarmos de conviver com dona Marlene. Temos muito que agradecer a ela”, afirmou.

O deputado Estadual Renan Ferrerinha prestou sua solidariedade à família da reitora. "Recebi com bastante tristeza a notícia do falecimento da professora Marlene Salgado de Oliveira, fundadora e reitora da Universo, cujo legado para a educação brasileira é imensurável. Seu sonho educacional começou no bairro da Trindade, em São Gonçalo, e se espalhou pelo país. Estendo minha solidariedade aos familiares e amigos neste momento", disse.

"Lamento muito a morte da professora Marlene Salgado. Seu nome é parte da História de São Gonçalo, do Estado do Rio e do Brasil, como ícone da Educação e exemplo de que vale a pena investir no Ser Humano. Que seu legado seja uma lição para todos nós. Meus profundos sentimentos à família", lamentou o deputado Estadual Gustavo Schmidt.

 O Presidente da Câmara Municipal de São Gonçalo, vereador Lecinho Breda, divulgou nota de pesar. “Foi com enorme pesar que recebi a notícia do falecimento da professora e reitora da Universo, Marlene Salgado de Oliveira, esse ícone da Educação gonçalense. Poucas pessoas tiveram uma trajetória tão significativa na Educação quanto a professora Marlene Salgado de Oliveira. Sua partida, deixa uma lacuna no diálogo e entendimento. Vou decretar luto oficial de três dias no Poder Legislativo Gonçalense por reconhecer a sua luta pela Educação pela região Leste Fluminense, pelo Brasil e especialmente por sua terra de coração – São Gonçalo. Aos filhos Wellington, Jefferson e Wallace, e  demais familiares e amigos, as minhas condolências, que nosso Senhor Jesus Cristo traga o conforto necessário neste momento de tristeza profunda”, afirmou.

Os vereadores de São Gonçalo também prestaram suas condolências. “É com enorme tristeza e imenso pesar, que o Poder Legislativo gonçalense comunica o falecimento da professora Marlene Salgado de Oliveira, reitora da Universidade Salgado de Oliveira (Universo) e uma das cidadãs mais valorosas de São Gonçalo. O nosso município perde hoje mais uma importante figura pública que se dedicou ao desenvolvimento da cidade, em especial na área de Educação. Em reconhecimento ao seu legado a São Gonçalo, o presidente da Casa Legislativa, o vereador Lecinho Breda decretou luto oficial de três dias. A Câmara Municipal de São Gonçalo solidariza-se com os filhos, familiares e amigos por essa perda irreparável, rogando a Deus, para que em sua santa misericórdia, conforte o coração de todos neste momento de dor. Descansa em paz, nossa eterna professora Marlene", diz a nota conjunta.

O ex-prefeito de São Gonçalo, Edson Ezequiel, lembrou da parceria entre eles. "Com pesar que recebemos a notícia da morte da professora Marlene Salgado de Oliveira, mulher com olhar empreendedor, firme, forte e de um coração generoso. Quando fui prefeito de São Gonçalo, por duas vezes, sempre buscou fazer parcerias com a prefeitura apoiando os projetos de educação, esporte e lazer e social. Deixa seu nome marcado na história da nossa cidade como grande empreendedora da educação".

Também falou sobre o legado e generosidade da professora, a ex-deputada Graça Mattos. "Muito triste com a notícia da morte da professora Marlene Salgado de Oliveira. Grande mulher e empreendedora. Ajudou, e muito, no crescimento e desenvolvimento de São Gonçalo, cidade que sempre enalteceu, sempre mostrou o seu amor. A Professora Marlene dedicou a sua vida para a educação e no apoio aos projetos sociais, principalmente, nos voltados ao esporte e lazer e sociais.  Deixa um grande legado em nossa cidade e a lembrança de uma pessoa generosa.  Que Deus a receba de braços abertos e conforte o coração dos familiares e amigos".

Comte Bittencourt, ex-secretário Estadual de Educação, também prestou sua homenagem através das redes sociais. "Perdi uma amiga e o país perdeu uma educadora exemplar. A professora Marlene Salgado de Oliveira nos deixou neste sábado, mas permanecerá em nossos corações através do seu enorme legado pela Educação, que ultrapassou os limites de São Gonçalo e chegou a todo o Brasil. Acompanhei com admiração toda a sua trajetória. Reitora da Universo, Marlene começou como professora da rede pública e dirigiu o Instituto de Educação Clelia Nanci, em São Gonçalo. Mais tarde fundou o Colégio Dom Hélder Câmara, que transformou, com muita luta e competência, em uma das maiores universidades privadas do país. Em toda esta jornada de sucesso, permaneceu fiel aos seus princípios e ao seu coração generoso. Meus profundos sentimentos aos filhos e queridos amigos Wellington, Jefferson e Wallace, demais familiares e admiradores da nossa inesquecível professora Marlene", concluiu.

Matérias Relacionadas