Município onde irmão de Bolsonaro trabalha é beneficiado com orçamento secreto da União

Miracatu, no Vale da Ribeira, em São Paulo, tem apenas 20 mil habitantes

Escrito por Redação 08/01/2022 08:32, atualizado em 08/01/2022 08:09
Renato Bolsonaro, irmão do presidente  Jair Bolsonaro
Renato Bolsonaro, irmão do presidente Jair Bolsonaro . Foto: Divulgação Agência Brasil

O município que tem o irmão do presidente Jair Bolsonaro (PL), Renato Bolsonaro, como chefe de gabinete do prefeito, foi beneficiado com R$35 milhões em verbas da União no ano passado. Miracatu, no Vale da Ribeira, em São Paulo, tem Vinícius Brandão (PL) como prefeito e uma população de cerca de 20 mil habitantes. As informações são do O GLOBO.

O montante foi empenhado entre os dias 17 e 30 de dezembro através dos ministérios da Agricultura, Cidadania, Desenvolvimento Regional e Turismo. De acordo com o Portal da Transparência, pelo menos R$10 milhões foram alocados através de emendas de relator do chamado orçamento secreto, operação que permite a um parlamentar destinar recursos federais a uma localidade específica sem ter seu nome divulgado publicamente.

A atuação de Renato Bolsonaro foi determinante para a liberação, pelo menos parcial, da suma, visto que os recursos só foram reservados após o irmão do presidente tratar do assunto pessoalmente com alguns dos ministros em questão. Documentos oficiais apontam que a quantia será utilizada na aquisição de tratores, manutenção de estradas vicinais, melhorias na drenagem das ruas, e outras obras no centro de eventos da cidade.

O município foi agraciado ainda com o depósito de emendas parlamentares, uma das quais partiu do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente e sobrinho do chefe de gabinete do prefeito de Miracatu. O efetivo foi destinado à compra de uma retroescavadeira, cuja chegada foi comemorada por Renato nas redes sociais.

“Estamos aqui acabando de receber uma PC, uma máquina zero bala, doada de emenda parlamentar do nosso amigo deputado Eduardo Bolsonaro. (...) Parceirão que deu essa oportunidade a Miracatu.”, celebrou o irmão do presidente.

Cercada por municípios governados por partidários do PSDB, sigla do governador de São Paulo e pré-candidato à presidência da república, João Dória, Miracatu se tornou um ponto estratégico às pretensões eleitorais do clã Bolsonaro para 2022. A predileção do governo federal pela cidade do irmão do presidente tem sido motivo de queixa entre os demais prefeitos da região, tal como expresso por Luiz Maurício (PSDB), chefe do executivo em Peruíbe, município com uma população três vezes maior que a de Miracatu.

Renato Bolsonaro não esconde que trabalha em cooperação constante com o presidente da República em prol de seus interesses pessoais sobre o desenvolvimento de Miracatu. No dia 23 de novembro, por exemplo, o mandatário recebeu uma comitiva de vereadores da cidade, liderada por seu irmão, no Palácio do Planalto. A disponibilidade na agenda presidencial surpreendeu até mesmo o presidente da Câmara Municipal de Miracatu.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas