Fachin é eleito presidente do TSE; Alexandre de Moraes será vice

Será Moraes que comandará o TSE durante as eleições de 2022

Escrito por Redação 17/12/2021 16:50, atualizado em 17/12/2021 16:50
Ministros foram eleitos nesta sexta-feira (17)
Ministros foram eleitos nesta sexta-feira (17) . Foto: Agência Brasil

Os ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes foram eleitos nesta sexta-feira (17) para a presidência e vice-presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). a votação ocorre na sessão de encerramento do ano judiciário. A posse será oficializada ao término do mandato do atual presidente, Luís Roberto Barro, em fevereiro de 2022.

Apesar da eleição de Fachin para a presidência, quem comandará, de fato, o TSE no período eleitoral de 2022 será Alexandre de Moraes. Fachin ficará no cargo até o dia 17 de agosto de 2022, quando será substituído por Moraes, que será o responsável por concluir o processo das eleições, com primeiro turno previsto para outubro. 

No cargo, o ministro Fachin afirmou que dará continuidade ao processo de preparação das eleições, iniciado na gestão de Barroso, com o “Ciclo de Transparência Democrática – Eleições 2022”. Parte desse processo envolveu a abertura dos códigos-fontes do sistema eletrônico de votação, um ano antes do pleito, além da realização do Teste Público de Segurança (TPS), em novembro, para aperfeiçoamento das urnas

Votação com urna eletrônica

A eleição para a presidência do TSE ocorreu no plenário da Corte, com o uso de uma urna eletrônica e sob o comando do ministro Barroso. O ministro Carlos Horbach recebeu o Boletim de Urna (BU) e anunciou a eleição de Fachin para presidente do TSE por seis votos a um.

O atual presidente do TSE parabenizou os escolhidos e disse que o país terá a sorte de ter na condução do TSE, nas eleições do próximo ano, dois grandes juristas. “Duas pessoas honradas, que têm grande compromisso com o Brasil. Ambos ministros do Supremo Tribunal Federal, professores e doutores e com vasta experiência na vida pública”, afirmou Barroso.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas