Alerj discute prisões por falha no reconhecimento facial

Audiência pública será nesta sexta-feira (08)

Escrito por Redação 08/10/2021 07:24, atualizado em 08/10/2021 07:10
A reunião também será transmitida pelo canal no Youtube da TV Alerj
A reunião também será transmitida pelo canal no Youtube da TV Alerj . Foto: Divulgação

A Comissão de Defesa de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realiza audiência pública, nesta sexta-feira (08/10), às 10h, no auditório do 21º andar do Edifício Lúcio Costa para discutir casos de prisões realizadas injustamente, a partir de reconhecimento fotográfico. A reunião também será transmitida pelo canal no Youtube da TV Alerj.

“É urgente a discussão desse tema para que possamos evitar que arbitrariedades e injustiças sigam ocorrendo em nosso estado sem que nos demos conta do que isso pode representar para a vida de famílias inteiras, além da vítima. Essa audiência faz parte de um movimento que a CDDHC vem fazendo e que envolve desde a escuta das vítimas até requerimento de informação ao secretário de Polícia Civil sobre o uso desse reconhecimento por foto para embasar encarceramentos. O método é seletivos racialmente, já que homens negros são a maioria”, pontuou presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Dani Monteiro (Psol).

Entre os convidados confirmados estão o delegado de Polícia Civil Gilbert Stivanello; o Núcleo de Direitos Humanos do MPRJ; a Ouvidoria da Defensoria Pública; o Instituto de Defesa da População Negra (IDNP); e coletivos como Coalizão Negra e Movimento Negro Unifcado (MNU), além de vítimas e familiares atendidos pela CDDHC.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas