Graça Matos anuncia volta ao PDT durante encontro com ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves

Evento em São Gonçalo serviu para Rodrigo lançar pré-candidatura ao governo do estado

Escrito por *Claudionei Abreu 22/07/2021 09:11, atualizado em 21/07/2021 15:57
Graça Matos voltou ao PDT e declarou apoio à pré-candidatura de Rodrigo Neves
Graça Matos voltou ao PDT e declarou apoio à pré-candidatura de Rodrigo Neves . Foto: Divulgação

A ex-deputada estadual Graça Matos se filiou ao PDT na noite da última terça-feira (20), durante um evento na Associação Comercial de São Gonçalo, que serviu para o ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, apresentar projetos de sua pré-candidatura ao governo do Estado. Estiveram presentes o prefeito de Niterói, Axel Grael; além de outras lideranças políticas do PDT e de partidos aliados.

O PDT foi o primeiro partido pelo qual Graça Matos foi eleita para um cargo político, em 1990, quando ocupou uma cadeira na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Em 2001, ela deixou o PDT, se filiou ao PSB e, em seguida, ao MDB. Recentemente não estava filiada a nenhum partido. 

Em seu discurso, a ex-deputada afirmou que retornou à legenda após Rodrigo Neves conversar com ela e seu marido, o ex-prefeito de São Gonçalo, Edson Ezequiel.

"

Rodrigo esteve em nossa casa, conversou horas conosco e pudemos trocar muitas ideias sobre São Gonçalo e o estado do Rio e ele nos convenceu sobre esse projeto importante. O PDT sempre teve um histórico de lutas em São Gonçalo, com a construção de vários CIEPs durante o governo de Leonel Brizola. Por tudo isso, me filiei ao partido hoje. Eu saí do PDT há alguns anos, mas o PDT nunca saiu do meu coração"

- Graça Matos

No encontro, Rodrigo afirmou que projetos para São Gonçalo serão prioridade num possível governo estadual, como a expansão do programa de saúde da família e projetos de infraestrutura. Além disso, apontou que a cidade precisa de apoio para a retomar sua indústria.

"Quem convive comigo sabe que gosto de pensar gestão fiscal, infraestrutura, economia. Eu olho pra São Gonçalo e penso que é inaceitável, e chega a causar indignação o abandono que a cidade sofreu ao longo dos anos por parte dos governos estaduais. São Gonçalo era a cidade mais industrializada do antigo Rio de Janeiro, tinha indústria metalúrgica, naval, de cimento, de papel, entre tantas outras", apontou. 

Neves afirmou que é preciso tirar do papel os projetos que sempre foram promessas para a cidade.

"Na minha vida, sempre cumpri os compromissos que assumi. Abri o Getulinho quando todos falavam que seria impossível, tirei do papel o túnel Charitas-Cafubá, que por anos esteve apenas no papel. Em parceria com o próximo presidente, precisamos reconstruir a indústria naval de São Gonçalo e retomar o projeto da refinaria de Itaboraí para gerar empregos para toda a região. Além disso, também temos que tirar do papel as barcas para São Gonçalo e a linha três do metrô, que sempre foi um sonho da cidade", apontou o pré-candidato.

O evento contou também com a presença do deputado federal Chico D'Angelo (PDT); do ex-deputado federal Brizola Neto; do ex-vereador Marlos Costa, presidente municipal do PDT; do ex-vereador de São Gonçalo, Miguel Moraes; do ex-candidato à prefeitura de São Gonçalo pelo PT, Dimas Gadelha, além de lideranças dos partidos Cidadania, PT, PCdoB e Rede em São Gonçalo.

Evento reuniu lideranças do PDT, PT, PCdoB, Cidadania e Rede em SG
Evento reuniu lideranças do PDT, PT, PCdoB, Cidadania e Rede em SG | Foto: Divulgação
 

Alfinetadas

Durante o encontro, Rodrigo Neves também fez críticas ao governador do Rio, Claudio Castro (PL), que cogita disputar a reeleição no próximo ano. 

Possíveis aliados

No início de julho, Rodrigo Neves se reuniu com o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), e com o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, dois nomes que também são cogitados para disputar o governo do Rio. Desde então, os encontros têm sido cada vez mais frequentes. 

Ao jornal O SÃO GONÇALO, Rodrigo Neves acenou positivamente para uma possível aliança.

"Diálogo está indo muito bem, porque nós temos muita convergência em relação ao diagnóstico da crise e à necessidade de se reconstruir uma boa governança", comentou.

Sem citar nomes, Rodrigo Neves também comentou que na última semana se reuniu com prefeitos da Baixada Fluminense e que até o final do mês se reunirá com lideranças políticas e sociais das 15 maiores cidades do estado do Rio.


*Estagiário sob supervisão de Thiago Soares

Graça Matos voltou ao PDT e declarou apoio à pré-candidatura de Rodrigo Neves
Graça Matos voltou ao PDT e declarou apoio à pré-candidatura de Rodrigo Neves. Foto por Divulgação
. Foto por Divulgação/Mauro Bittencourt
. Foto por Divulgação/Mauro Bittencourt

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas