Douglas Gomes registra ocorrência por denunciação caluniosa contra Benny Briolly

Benny acusa Douglas por tentativa de homicídio, racismo e transfobia

Escrito por Redação 09/04/2021 16:16, atualizado em 09/04/2021 17:03
Douglas Gomes e Benny Briolly
Douglas Gomes e Benny Briolly . Foto: Divulgação/Redes Sociais

Os ânimos na Câmara Municipal de Niterói estão cada vez mais acirrados. Na última quarta-feira (7), o vereador Douglas Gomes (PTC) registrou uma ocorrência de denunciação caluniosa e falsa comunicação de crime contra a vereadora Benny Briolly (PSOL). O caso aconteceu depois que Benny afirmou que Douglas teria feito ameaças contra ela.

No último dia 25 de março, durante sessão plenária, Benny afirmou que quase foi agredida fisicamente por Douglas após uma tensa discussão sobre a Comissão de Direitos Humanos da Câmara, que é presidida por Benny e até o momento, tem Douglas como vice-presidente.

"Hoje fui agredida com transfobia, racismo e quase fisicamente pelo vereador fascista Douglas Gomes, que [precisou ser] segurado pelos meus companheiros de bancada para que não me encostasse. Foi horrível e doloroso!", escreveu a vereadora em suas redes sociais.

Já no dia 5 de abril, Benny foi à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância registrar uma ocorrência contra Douglas Gomes. O parlamentar será investigado por tentativa de homicídio e transfobia. De acordo com o relato da vereadora, durante um ato realizado no dia 29 de março, Douglas teria feito incitações para que seus apoiadores a atacassem fisicamente, e disse que só não foi agredida por estar escoltada.

Para Douglas Gomes, não houve nenhuma ameaça contra Benny. O parlamentar também comunicou que irá fazer uma representação contra uma reportagem exibida num canal de TV, que relatou o ocorrido durante a sessão plenária do dia 25 de março. De acordo com Douglas, em determinado trecho da matéria, o repórter teria afirmado que ele seria o responsável por encaminhar e-mails com ameaças a Benny. Segundo o vereador, a representação irá pedir também que a emissora garanta um direito de resposta a ele.

"Fiz um registro de ocorrência contra esse vereador por denunciação caluniosa e falsa comunicação de crime. Tudo o que foi falado no SBT Rio não foi mostrado [nenhum vídeo]. Por que não apresentaram nenhum vídeo? Cadê essa ameaça, que nunca existiu, por sinal?!", questionou o parlamentar em vídeo publicado em sua rede social, referindo-se à Benny no pronome masculino.

Sobre o registro de ocorrência por tentativa de homicídio, racismo e transfobia, Douglas Gomes afirmou que não foi anexado nenhuma prova à ocorrência.

"Não anexou nada! Não tem nenhum vídeo, nenhum print, não tem nada, só falácia. Não me espanta não ter vídeo, porque nada aconteceu. Não tem comprovação alguma. É apenas mais uma tentativa de destruição vindo da esquerda", defendeu o vereador em sua rede social.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas