Alexandre de Moraes nega pedido de liberdade ao deputado Daniel Silveira

Advogados do deputado têm 15 dias para apresentarem respostas

Escrito por Redação 11/03/2021 16:43, atualizado em 11/03/2021 17:37
Decisão do STF depende da casa aceitar ou não a denúncia feita pela PGR
Decisão do STF depende da casa aceitar ou não a denúncia feita pela PGR . Foto: Divulgação/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, negou o pedido de liberdade do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). Moraes afirmou que a situação do parlamentar só será reavaliada por ele após o STF julgar se recebe ou não a denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

O caso seria julgado nesta quinta-feira (11), mas Moraes atendeu um pedido da defesa do deputado e reabriu o prazo para que fosse apresentada a contestação da acusação.

Os advogados de Daniel Silveira alegaram que não tiveram acesso aos inquérito das fake news e o inquérito que apura a organização e financiamento de atos antidemocráticos. Com isso, os advogados terão mais 15 dias para apresentarem resposta às acusações da Procuradoria-Geral da República. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas