Justiça afasta Flordelis do cargo de deputada federal

Decisão anda cabe recurso

Escrito por Redação 23/02/2021 15:58, atualizado em 23/02/2021 16:52
. Foto: Claudio Andrade/Câmara dos Deputados

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, através da 2ª Câmara Criminal, decidiu, por unanimidade, afastar a pastora Flordelis dos Santos de Souza (PSD) do cargo de deputada federal.

O colegiado decidiu, durante julgamento nesta terça-feira (23), que a pastora não pode continuar no cargo enquanto espera o julgamento do processo no qual é acusada por ser a mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo.

O desembargador Celso Ferreira Filho, que foi relator do processo, votou a favor do afastamento da parlamentar. Os outros dois desembargadores, Antônio José e Katia Jangutta, seguiram o voto do relator. Celso Ferreira afirma que há situações concretas que demonstram atos de Flordelis para atrapalhar a “busca pela verdade” no processo.

Apesar de ainda caber recurso junto ao próprio TJ-RJ, a decisão da Câmara vale por um ano ou até o término da instrução criminal do caso Anderson do Carmo e deverá ser encaminhada em até 24 horas para a Câmara dos Deputados para que o pleno decida se mantém ou não o afastamento determinado pelos desembargadores, conforme prevê a Constituição.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas