Pandemia: Alerj discute auxílio emergencial regional para população do RJ

A ideia é pagar R$ 200 por mãe, além de R$ 50 por cada filho (no máximo por dois filhos)

Escrito por Redação 31/01/2021 09:40, atualizado em 30/01/2021 14:29
. Foto: Divulgação


Após o governo federal ter encerrado o pagamento do auxílio emergencial concedido o longo do ano passado, como forma de auxiliar a população e minimizar os impactos da grave situação na economia, a população do Estado do Rio poderá voltar a ter a volta desse benefício, mas em contexto estadual.


Segundo informações o Jornal Extra, A Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), que retoma as atividades na próxima terça-feira (2), vota, ainda em fevereiro, a criação de um programa de transferência de renda estadual — para substituir o auxílio emergencial do governo federal.


O projeto é do presidente da Casa, André Ceciliano (PT), e a ajuda já deve começar a ser implementada em março. A ideia é pagar R$ 200 por mãe, além de R$ 50 por cada filho (no máximo por dois filhos). O programa seria instituído por emenda constitucional, com prazo estabelecido — ou seja, somente até o fim do ano.


Para financiar o programa, seriam usados 30% de todos os fundos estaduais, somando entre R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões. Só o Fundo de Combate à Pobreza, de R$ 5,5 bilhões, contribuiria com R$ 1,6 bilhão.


Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas