São Gonçalo pode ganhar reforço na segurança

Prefeito assina processo que pode possibilitar contratação de até 100 PMs

Escrito por Redação 29/01/2021 15:48, atualizado em 29/01/2021 16:43
Capitão Pacheco, o secretário de Ordem Pública Major David Ricardo, o coronel Marco Aurélio Vollmer,  o tenente-coronel Marcelo Carmo, o prefeito Capitão Nelson, o Major Feital e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Márcio Picanço
Capitão Pacheco, o secretário de Ordem Pública Major David Ricardo, o coronel Marco Aurélio Vollmer, o tenente-coronel Marcelo Carmo, o prefeito Capitão Nelson, o Major Feital e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Márcio Picanço . Foto: Divulgação

O prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson, assinou, na última quinta-feira (28), o processo de adesão ao Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), que possibilitará a contratação de até cem policiais militares por mês para ampliar o patrulhamento na cidade. O convênio é firmado entre o município e a Secretaria de Estado de Polícia Militar.

Os levantamentos operacionais e de viabilidade do programa devem ter início já na próxima semana, e serão realizados junto ao 7º BPM (São Gonçalo). Após esse procedimento, a adesão fica por conta do termo de cooperação técnica e do plano de trabalho, que serão firmados entre a prefeitura e a Secretaria de Estado de Polícia Militar.

O reforço na segurança do município foi discutido pelo Capitão Nelson, o secretário municipal de Ordem Pública, Major David Ricardo, o coronel Marco Aurélio Vollmer, comandante do 4º Comando de Policiamento de Área (4º CPA), o tenente-coronel Marcelo Carmo, subcoordenador adjunto da Coordenadoria do Programa Estadual de Integração na Segurança (Cproeis), o subcomandante do 7º BPM, Major Feital e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Márcio Picanço.

O prefeito destacou os benefícios do convênio para o município, que vão muito além da segurança da população.

“É de extrema importância esse convênio do Proeis para a cidade de São Gonçalo, porque iremos aumentar a presença da PM em vários locais e dar mais segurança não só ao cidadão, mas também aos comerciantes e empresários. Este reforço na segurança, com mais patrulhamentos, vai ser um grande fator de incentivo para trazermos novas empresas para São Gonçalo”, destacou Capitão Nelson.           

O Proeis consiste no voluntariado de policiais militares para reforçar o policiamento na cidade. O PM que aderir ao programa trabalhará em dias de folga e vai integrar as ações que atendem às demandas específicas da cidade de São Gonçalo, a contratante do serviço.

Durante o encontro, o secretário de Ordem Pública, Major David Ricardo, está analisando os locais de maior demanda do município em relação à segurança, estabelecendo uma parceria entre a prefeitura e a PM no enfrentamento à violência. Ele também destacou os esforços da prefeitura em relação à redução da criminalidade.

“Mesmo não sendo uma atribuição do município, o prefeito Capitão Nelson está comprometido com a segurança da cidade e traz para si esse compromisso de aumentar o policiamento na cidade por meio do Proeis”, disse o secretário.

A integração entre prefeitura e Polícia Militar também foi destacada pelo coronel Marco Aurélio Vollmer, comandante do 4º CPA, responsável pelo 7º BPM (São Gonçalo), 12º BPM (Niterói), 25º BPM (Cabo Frio) e 35º BPM (Itaboraí).

“A Polícia Militar está disposta a trabalhar pelo município, seja nos trabalhos que serão desenvolvidos na área de segurança pública ou no apoio aos trabalhos realizados pela Secretaria de Ordem Pública e Guarda Municipal. A palavra-chave é parceria, para desenvolver e melhorar a segurança da cidade”, declarou Vollmer.

O programa também irá contribuir para reduzir a sobrecarga em relação ao 7º BPM. Através de um planejamento entre o município e a unidade militar, as áreas patrulhadas pela PM serão ampliadas.

“É um duplo ganho. Quando há a alocação de um policiamento do programa em uma determinada região, o batalhão já não precisa mais deslocar seu efetivo para aquela localidade e pode atender a outra”, destacou o tenente-coronel Marcelo Carmo, subcoordenador adjunto do Cproeis.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas