Pais de 'peludos' fogem do comum e batizam seus pets com nomes criativos

Tendência é a utilização de nomes de gente e até bebidas

Enviado Direto da Redação

Cansado de Rex, Bruce, Meg ou Nina? Geralmente, na hora de batizar um pet, os donos gostam de dar nomes fofos, meigos, mas ao mesmo tempo simples e que possam facilmente ser identificados pelo cão ou gato.

Mas é claro que a criatividade não pode ser deixada de lado nesse momento. Embora sejam nomes comuns dados aos cachorros de estimação, Billy, Rex, Meg e Nina estão perdendo para nomes mais inusitados e criativos. A tendência atualmente é nome de gente, como ídolos e super-heróis, como uma espécie de homenagem; e de comida - ou bebida - como Amora, Kiwi, Bud(weiser) e Tequila.

Mãe do Pantro, um chow chow de um ano e dois meses, Lia de Oliveira, 20, e o marido, se descobriram apaixonados também por um filhote de pinscher, doado por amigos do casal. Torcedora “roxa” do Vasco da Gama, Lia não teve dúvidas na hora de batizar o pequeno com o nome do goleiro do time, Martín Silva.

“Sem contar que ele tem cara de Martín, não tem?”, brinca.

Um dos nomes mais comuns para cães machos no Brasil também é o Thor. De origem nórdica, o nome significa trovão e também faz referência ao super-herói da Marvel Comics.

É o caso do yorkshire Thor, de um ano e três meses, o mimo preferido da manicure Luana Noronha, de 30 anos. “Quando o comprei para me fazer companhia, ele já estava registrado, já tinha certidão de nascimento com esse nome e eu gostei. Então, ficou. Hoje, eu adoro esse nome”, conta.

Veja também