Pais de 'peludos' fogem do comum e batizam seus pets com nomes criativos

Tendência é a utilização de nomes de gente e até bebidas

Enviado Direto da Redação
Pinscher foi batizado de ‘Martín Silva’ em homenagem ao goleiro o Vasco da Gama

Pinscher foi batizado de ‘Martín Silva’ em homenagem ao goleiro o Vasco da Gama

Foto: Leonardo Ferraz

Cansado de Rex, Bruce, Meg ou Nina? Geralmente, na hora de batizar um pet, os donos gostam de dar nomes fofos, meigos, mas ao mesmo tempo simples e que possam facilmente ser identificados pelo cão ou gato.

Mas é claro que a criatividade não pode ser deixada de lado nesse momento. Embora sejam nomes comuns dados aos cachorros de estimação, Billy, Rex, Meg e Nina estão perdendo para nomes mais inusitados e criativos. A tendência atualmente é nome de gente, como ídolos e super-heróis, como uma espécie de homenagem; e de comida - ou bebida - como Amora, Kiwi, Bud(weiser) e Tequila.

Mãe do Pantro, um chow chow de um ano e dois meses, Lia de Oliveira, 20, e o marido, se descobriram apaixonados também por um filhote de pinscher, doado por amigos do casal. Torcedora “roxa” do Vasco da Gama, Lia não teve dúvidas na hora de batizar o pequeno com o nome do goleiro do time, Martín Silva.

“Sem contar que ele tem cara de Martín, não tem?”, brinca.

Um dos nomes mais comuns para cães machos no Brasil também é o Thor. De origem nórdica, o nome significa trovão e também faz referência ao super-herói da Marvel Comics.

É o caso do yorkshire Thor, de um ano e três meses, o mimo preferido da manicure Luana Noronha, de 30 anos. “Quando o comprei para me fazer companhia, ele já estava registrado, já tinha certidão de nascimento com esse nome e eu gostei. Então, ficou. Hoje, eu adoro esse nome”, conta.

Veja também