Chocolate é considerado um dos maiores ‘vilões’ para os animais

Enviado Direto da Redação

Que os animais fazem parte da família, isso todo mundo sabe. Alguns, inclusive, são tratados como verdadeiros filhos. Mas é preciso tomar cuidado porque carinho demais pode ser prejudicial para o “pet”. Como, por exemplo, dar chocolate para cachorros e gatos na época de Páscoa. Segundo especialistas, esse é um dos maiores “vilões” da alimentação animal.

De acordo com a médica veterinária Daniela Paixão, da Clínica São Francisco de Assis, na Estrela do Norte, em São Gonçalo, a ingestão das substâncias presentes no chocolate pode causar malefícios para a saúde dos animais e evoluir para um quadro ainda mais grave.

“A gente sabe que o animal faz parte da família, mas é aconselhável evitar alimentos que não são próprios para eles. As pessoas não acreditam nos malefícios do chocolate no organismo de um cão, por exemplo. Além da intoxicação alimentar, ele pode até morrer com ingestão de chocolate”, alerta a especialista.

Segundo a veterinária, os principais sintomas dos animais com quadro de intoxicação alimentar são: baba constante, diarreia, vômito, evacuação de sangue, dor abdominal e até uma incoordenação motora, caso afete a parte neurológica do animal. “Intoxicação é grave e precisa do acompanhamento do médico veterinário. Por causa do vômito, ela causa desidratação e o animal acaba precisando de fluidoterapia (soro na veia)”, afirma Daniela. Um mito famoso, segundo a especialista, é dar leite quando o animal é intoxicado. “O animal não gera lactose como a gente e, por isso, tende a ter ainda mais diarreia. A intoxicação fica mais forte, porque acelera a absorção do veneno na corrente sanguínea do animal”, conclui.

Veja também