Guitarrista Dados Villa-Lobos autografa livro em Itaboraí

Evento vai ser realizado às 18h

Enviado Direto da Redação

Casa de Cultura de Itaboraí comemora 208 anos

Casa de Cultura de Itaboraí comemora 208 anos

Foto: Divulgação

A Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres, em Itaboraí, comemora 208 anos e receberá hoje (17), a partir das 18h, com entrada gratuita, o lançamento do livro “Memórias de um Legionário”, do guitarrista Dado Villa-Lobos, da Legião Urbana. A data também marcará a abertura da exposição “Duas Irmãs”, que retratará um pouco sobre a vida e obra da Heloísa e Marieta Alberto Torres, que doaram ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em vida, sua produção cultural e o prédio, localizado no Centro Histórico da cidade e onde funciona a Casa de Cultura.

A data ganha ainda mais importância depois do trágico incêndio do Museu Nacional, já que Heloísa Alberto Torres foi a primeira mulher diretora daquela instituição, de 1938 a 1955. Heloísa, que nasceu em 17 de setembro de 1895, foi personagem fundamental na aquisição e gestão do acervo antropológico do Museu Nacional, que, em grande parte, foi perdido. Ela dá nome a um dos prêmios concedidos pela Associação Brasileira de Antropologia e foi uma das fundadoras do Iphan.

Vale ressaltar que o acervo das pesquisas de Heloísa, abrigado na Casa de Cultura, está sendo digitalizado pelo Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST). Esse material será fundamental na recuperação da memória brasileira, especialmente na questão das etnias indígenas, estudadas por Heloísa Alberto Torres e Claude Lévi-Strauss, inclusive em viagens antropológicas para várias regiões do país.

A exposição “Duas Irmãs” dá destaque também à presença de Maria (Marieta) Alberto Torres, que fez uma extensa pesquisa sobre a história das famílias itaboraienses. Como lembra Aurora Ribeiro, responsável pelo acervo da Casa de Cultura há 40 anos, “Marieta costumava dizer que era à sombra de Heloísa, mas desenvolveu um trabalho de genealogia importante para a preservação da memória de Itaboraí”.

Já o livro autobiográfico,“Memórias de um Legionário” conta detalhes da trajetória pessoal e artística do Dado Villa-Lobos, como um dos fundadores da Legião Urbana. A banda, surgida em Brasília e liderada por Renato Russo, capitaneou a onda rock nascida na capital federal, na década de 1980. Durante a programação deste dia memorável, o Coral da Melhor Idade de Itaboraí, com a participação de alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) apresentará uma homenagem ao legionário Dado Villa-Lobos.Um dos expoentes da cultura jovem brasileira, Dado vai autografar exemplares e participar de um bate-papo informal sobre seu trabalho e sua vida.

A Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres fica na Praça Marechal Floriano Peixoto, 303, Centro.

Veja também