Prefeitura de Niterói cria Gabinete de Coordenação das ações de volta às aulas na rede pública municipal

Na segunda-feira (11), o prefeito Axel Grael anunciou nas redes sociais a criação do grupo

Escrito por Redação 12/01/2021 10:07, atualizado em 12/01/2021 11:20
O grupo é composto por membros da Secretaria de Educação, de Saúde, Planejamento, Assistência Social, Cultura e Fazenda
O grupo é composto por membros da Secretaria de Educação, de Saúde, Planejamento, Assistência Social, Cultura e Fazenda . Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (12), a Prefeitura de Niterói publicou no Diário Oficial o decreto 13.861/2021 que criou o gabinete de coordenação das ações de volta às aulas na rede pública municipal de ensino. O grupo é formado por uma força tarefa multissetorial que vai avaliar o avanço da pandemia de Covid-19 e traçar as estratégias para o retorno seguro às aulas na cidade.

 

Na segunda-feira (11), o prefeito Axel Grael anunciou nas redes sociais a criação do grupo.

 

“Este grupo de trabalho fará todo o planejamento para a retomada das aulas em Niterói. Será um esforço de vários órgãos do governo, mantendo também o diálogo com o setor privado, para que tenhamos um conjunto de procedimentos que garanta uma volta às aulas com proteção sanitária para toda a comunidade escolar”, enfatizou o prefeito.

 

O grupo é composto por membros da Secretaria de Educação, de Saúde, Planejamento, Assistência Social, Cultura e Fazenda.

 

O secretário municipal de Educação, Vinicius Wu, explicou que o trabalho para a retomada da volta às aulas com segurança seguirá três pilares. O novo ano letivo está previsto para iniciar em março.  

 

“O primeiro é a ação transversal ao governo, com o resgate desses estudantes, criando um ambiente seguro. O segundo é tornar a escola atrativa, o ambiente acolhedor. E o terceiro é dar segurança sanitária para que profissionais de educação e alunos retornem. Inicialmente, o retorno das aulas será de forma híbrida”, explicou o secretário.  “Vamos apostar no processo de aprendizado para tentar fazer com que o ambiente escolar esteja voltado para isso. Niterói se tornou referência nas ações de combate ao coronavírus, teremos a mesma responsabilidade nas ações para a educação. Precisamos evitar, a todo custo, que a pandemia sirva à consolidação das desigualdades sociais do Brasil”, disse.

 

O gabinete de coordenação das ações de volta às aulas será coordenado pela Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão e tem prazo de até 30 dias para apresentar ao prefeito uma proposta de prazos e condições para a retomada das aulas presenciais.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas