Dólar up 5,1467 Euro up 5,2306
Search

Retrospectiva 2020 - Ano do 'Novo Normal' é marcado por pandemia, violência e cenário político conturbado

Confira os fatos que mais chamaram a atenção no ano que deu início a uma nova década

relogio min de leitura | Escrito por Daniel Magalhães | 31 de dezembro de 2020 - 08:00
Hospital de Campanha de São Gonçalo foi entregue com 50 dias de atraso
Hospital de Campanha de São Gonçalo foi entregue com 50 dias de atraso -

O ano de 2020 se encerra nesta quinta-feira com sinais de esperança e expectativa para o fim de uma pandemia que parou o mundo durante grande parte dos 12 meses. O ano que veio carregado de grandes expectativas por dar início a uma nova década de mudanças, na verdade surpreendeu a todos e, para grande parte do mundo, não foi uma surpresa boa. Pode-se dizer também que não tenha sido uma surpresa, já que desde novembro de 2019 o coronavírus, que surgiu na cidade de Wuhan, na China, já era assunto nos jornais de todo o mundo.

Janeiro

Em janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o estado de emergência global, o que aumentou o nível de preocupação com o vírus ainda desconhecido mundialmente. 

Além da preocupação com o novo coronavírus, o primeiro mês do ano trouxe consigo outras preocupações envolvendo contaminação. Em Minas Gerais, a cervejaria Backer foi responsável pela morte de seis pessoas e a intoxicação pelo menos outras 30 pessoas. 

Diferente do novo problema da pandemia, um antigo empecilho atrapalhou a vida dos gonçalenses no mês de janeiro. Depois do calor intenso de verão, chegando a 54 ºC de sensação térmica no primeiro fim de semana do ano, veio as intensas chuvas, que alagaram grande parte da cidade. A chuva formou imensos bolsões d'água que impediram moradores de diferentes bairros de saírem de suas casas. 

Em Itaboraí, o mês de janeiro também foi marcado por uma confusão generalizada na casa de shows Ita Music durante um show do rapper Matuê, com direito a arremessos de cadeiras e copos. O motivo da briga ainda não foi descoberto. 

No mundo dos esportes, o ano começou com a triste despedida ao lendário jogador de basquete Kobe Bryant, que morreu aos 41 anos, após o helicóptero em que viajava com uma das filhas cair na cidade de Calabasas, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Bryant é considerado um dos maiores jogadores de basquete do mundo. Ele também foi o primeiro jogador a ganhar um Oscar em 2018 pelo curta-metragem Dear Basketball, baseado na carta que escreveu para se aposentar das quadras em 2016. 

Lendário jogador de basquete Kobe Bryant morreu em janeiro após queda de helicóptero
Lendário jogador de basquete Kobe Bryant morreu em janeiro após queda de helicóptero |  Foto: Reprodução
 

Fevereiro

O mês mais aguardado do ano por causa do carnaval, fevereiro, começou com clima de apreensão pelos brasileiros que ainda estavam na cidade de Wuhan, na China, que foi considerada o epicentro do coronavírus na época. Mesmo mês em que a doença recebeu o nome oficial de Covid-19. De cartas ao presidente a apelo nas redes sociais, os brasileiros que estavam na cidade chinesa procuraram diferentes meios de serem repatriados, o que aconteceu no dia 7 de fevereiro, quando o Itamaraty e o Ministério da Defesa anunciaram que trariam de volta ao país todos os brasileiros que se encontravam na região de origem da epidemia e que manifestassem desejo de retornar.

Foi também em fevereiro que foi confirmado o primeiro caso de coronavírus no Brasil. O primeiro infectado do país foi um homem de 61 anos, morador de São Paulo, que estava na Lombardia, no norte da Itália, o segundo epicentro da doença, entre os dias 9 e 21 do mesmo mês. Tendo em vista que o homem voltou ao Brasil antes do Carnaval e manifestou os sintomas somente após o fim do feriado, começaram as especulações de que o vírus começou a se espalhar no país a partir desta data. 

Por falar em Carnaval, a grande vencedora do Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro foi a Viradouro, escola de samba de Niterói, que venceu a Grande Rio após uma votação apertadíssima.

Viradouro foi a grande campeã do Carnaval 2020 do Rio
Viradouro foi a grande campeã do Carnaval 2020 do Rio |  Foto: Ramon Miranda
 

O clima festivo e agradável de carnaval, no entanto, não foi o mesmo para todo mundo. No mesmo mês, uma briga entre doze pessoas após o bloco da Banda do Ingá, que aconteceu no Centro de Niterói, resultou em uma confusão generalizada que terminou no Terminal Rodoviário Presidente João Goulart, que alegou ter um prejuízo de R$ 100 mil com os danos causados às lojas do local.

Também houve prejuízo em uma galeria com lojas de eletrônicos em Alcântara, São Gonçalo. A Infocenter amanheceu em chamas devido a uma pane no sistema de ar condicionado da galeria. Embora ninguém tenha ficado ferido, houve grande prejuízo financeiro. 

Março

Na retrospectiva de 2020 pode-se dizer que houve um ano antes da pandemia e depois da pandemia. Na Região Metropolitana do Rio, a situação da Covid-19 chegou a níveis preocupantes em março, quando foram registrados os primeiros casos e mortes pela doença em São Gonçalo e Niterói. Em São Gonçalo, o primeiro caso suspeito de coronavírus foi registrado no dia 3 de março. Uma senhora de 69 anos, moradora do Boassu, apresentou os sintomas da doença depois de voltar de uma viagem à Itália. Já na cidade sorriso, o primeiro caso de coronavírus foi notificado logo no início do mês, no dia 9. O infectado era um paciente de 27 anos, que tinha acabado de voltar de uma viagem ao exterior. 

Primeiro caso suspeito de coronavírus em São Gonçalo foi notificado no dia 3 de março
Primeiro caso suspeito de coronavírus em São Gonçalo foi notificado no dia 3 de março |  Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gonçalo
 

Com os primeiros casos de coronavírus já entre os moradores de São Gonçalo, a prefeitura do município decretou, no dia 18 de março, medidas de prevenção ao contágio e de enfrentamento à Covid-19. O decreto, que inicialmente valeria por apenas 15 dias, reduziu a capacidade de lotação de bares, lanchonetes e restaurantes. Academias, centros de ginástica e boxes de crossfit foram fechados. Os únicos estabelecimentos que não foram afetados pelas medidas foram os de serviços essenciais, como farmácias, supermercados, hospitais, clínicas e laboratórios. A restrição também foi feita a transportes públicos, que deviam circular com 50% da capacidade. As aulas nas escolas públicas e particulares também foram suspensas e deu início a um novo ano letivo com alunos tendo que estudar e assistir aulas dentro de casa.

O mês de março terminou com a primeira morte de um gonçalense por Covid-19. No dia 28, a professora Luciara Peçanha, 58 anos, moradora do bairro Coelho faleceu em decorrência do vírus. Ela estava internada em um hospital particular de Niterói. 

Em âmbito mundial, a pandemia também causou o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que aconteceriam em julho deste ano. As Olímpiadas foram adiadas para 2021.

Abril 

A partir do mês de abril, a expressão 'Novo Normal' passou a fazer parte do cotidiano dos brasileiros que tiveram que se adaptar ao uso de máscaras de proteção e seguir recomendações de distanciamento social, o que resultou em casos inesperados, como o da niteroiense que esqueceu a máscara e amarrou a própria calcinha no rosto para entrar no mercado que impediu sua entrada por não estar usando o equipamento de proteção. 

Muitos, porém, ignoraram as recomendações para sair de casa somente quando era necessário e, em abril, ainda era possível ver muitos gonçalenses andando pelas ruas da cidade e ignorando a pandemia, mesmo com o município registrando números maiores de contaminados a cada dia. 

Primeiros lotes do do auxílio emergencial em abril causaram aglomerações em lotéricas
Primeiros lotes do do auxílio emergencial em abril causaram aglomerações em lotéricas |  Foto: Leonardo Ferraz
 

No mês de abril também foi anunciado o auxílio emergencial. A renda básica de R$ 600 foi destinada a trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa durante a crise econômica causada pela Covid-19. O pagamento foi feito de maneira escalonada, conforme o mês de nascimento do beneficiário, para evitar aglomerações nas agências e lotéricas, mas o que se viu foram pessoas formando filas quilométricas em agências da cidade para sacar o auxílio.

No cenário político, o mês de abril foi conturbado, principalmente no governo federal. Primeiramente, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro após discordar do uso da cloroquina como medicamento para tratar a Covid-19, mesmo sem comprovação científica de sua eficácia. O médico oncologista e consultor de economia da saúde ao Hospital Israelita Albert Einstein, Nelson Teich, foi nomeado para o cargo no dia 17 de abril. Depois, foi a vez do ministro da Justiça, Sérgio Moro, deixar o cargo. O ex-juiz se demitiu e acusou o presidente de tentar interferir na Polícia Federal, principalmente a sede do Rio, onde estava em andamento uma investigação sobre um esquema de 'rachadinhas' no gabinete de um de seus filhos, o senador Flávio Bolsonaro. 

Apesar da pandemia do novo coronavírus, a guerra do tráfico em São Gonçalo não deu trégua. No quarto mês do ano, começou um conflito entre traficantes do Comando Vermelho (CV) e do Terceiro Comando Puro (TCP). O centro da discussão era o traficante Grisalho, de 38 anos, que fazia parte do Comando Vermelho e "pulou" para o TCP, em abril de 2019, juntamente com 3N, após executarem Schumaker. Voltando para 2020, traficantes do CV ameaçaram cortar a cabeça de Grisalho, dando início a mais uma onda de conflitos no município. 

Maio

Maio teve um novo capítulo do confronto entre traficantes do TCP e do Comando Vermelho. No dia 3 de maio, cinco criminosos do CV estavam a caminho das comunidades da Alma e do 590, controladas pelo TCP, para mais uma disputa por território. Os bandidos, no entanto, foram interceptados por policias do 7º BPM, no bairro Amendoeira. O encontro resultou em uma intensa troca de tiros que resultou na morte dos cinco criminosos. 

No dia 04 de maio foi a vez do Brasil se despedir do ator Flávio Migliaccio. O artista foi encontrado morto dentro de sua casa de campo em Rio Bonito. Perto do ator foi encontrada uma carta de despedida. Segundo a PM, o ator pode ter tirado a própria vida. Em sua carta, Flávio escreve que a humanidade "não deu certo". De acordo com o filho único do ator, Flávio estava em uma depressão profunda desde 2019. 

Também em maio, as restrições por conta do coronavírus, que muitos acharam que durariam não mais que 15 dias, se estenderam, e São Gonçalo impôs mais restrições, como o bloqueio do Centro da cidade e de Alcântara, os dois maiores centros comerciais do município. Também foi decretado o isolamento social mais rígido, com fechamento total de todos os estabelecimentos não essenciais, sendo vedado, ainda, que a população permanecesse em vias e locais públicos durante este tempo. Estabelecimentos comerciais que não cumprissem com com a determinação seriam multados em R$ 9 mil. 

No dia 15 de maio, em uma decisão rápida e inesperada, o ministro da Saúde, Nelson Teich, deixou o posto após menos de um mês no cargo. O motivo de sua saída teria sido o mesmo do primeiro ministro, Mandetta, que deixou o cargo após o presidente insistir no uso da cloroquina para o tratamento da Covid-19. Teich também discordava da proposta de Bolsonaro de aplicar um isolamento vertical, em que restringia o isolamento social apenas para quem pertencia ao grupo de risco. 

Junho

Em uma decisão inédita, o STF decidiu no início de junho que operações policiais em comunidades do Rio de Janeiro estariam proibidas durante a pandemia. A decisão foi tomada após casos constantes de confrontos e violência policial nas comunidades, sendo o mais emblemático o do menino João Pedro, de 14 anos, morto durante uma ação conjunta das Polícias Federal e Civil no Complexo do Salgueiro. O menino foi baleado na barriga e levado por um helicóptero, mas ficou desaparecido por 17 horas até ser declarado morto.

O menino João Pedro, de 14 anos, foi morto durante uma operação das Policias Civil e Federal no Complexo do Salgueiro em maio
O menino João Pedro, de 14 anos, foi morto durante uma operação das Policias Civil e Federal no Complexo do Salgueiro em maio |  Foto: Reprodução/Redes Sociais
 



Com a proibição das operações policiais dentro das comunidades, traficantes viram uma oportunidade de agirem livremente sem interferência da polícia, o que resultou, em algumas comunidades de São Gonçalo, em festas, como a de comemoração do aniversário de um dos líderes do Comando Vermelho no Complexo do Salgueiro. Com base no critério de 'casos extraordinários de realização das operações durante a pandemia', o 7º BPM, o Batalhão de Choque (BPChq) e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) interferiram para pôr fim ao baile. Por conta da operação, os traficantes optaram por uma festa privativa, mas que também resultou em problemas por conta de fotos e vídeos vazados da comemoração. Entre as imagens, circulou um vídeo de Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, a 'Hello Kitty', dando tiros para o alto, e a de um balão subindo, com um grande letreiro luminoso com a inscrição G-8, como é conhecida toda a quadrilha que atua em cada uma das oito comunidades que compõem o Complexo do Salgueiro. Os traficantes então teriam feito na época um 'pente fino' para descobrir como as imagens foram parar nas redes sociais.

STF proibiu, em junho, a realização de operações em comunidades do Rio durante pandemia da Covid-19
STF proibiu, em junho, a realização de operações em comunidades do Rio durante pandemia da Covid-19 |  Foto: Divulgação
 


Mais um caso que marcou a forte presença dos grupos de traficantes e milicianos em São Gonçalo foi o início de uma união entre os dois grupos na comunidade do Jóquei. Os milicianos e os traficantes do TCP começaram a cobrar uma taxa de moradores e comerciantes do bairro por uma suposta 'proteção'. Na internet foram comentados valores de R$ 30 para moradores e R$ 50 para donos de estabelecimentos.

No cenário da Saúde, o hospital de campanha de São Gonçalo finalmente inaugurou no dia 18 de junho, após mais de 3 adiamentos. Previsto inicialmente para ser entregue em abril, o hospital foi inaugurado dois meses depois com apenas 40 dos 200 leitos em funcionamento.

Hospital de Campanha de São Gonçalo foi entregue com 50 dias de atraso
Hospital de Campanha de São Gonçalo foi entregue com 50 dias de atraso |  Foto: Divulgação/Agência Brasil
 



Após um aumento expressivo no número de casos e mortes por coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro sancionou, em julho, a lei que torna obrigatório o uso de máscaras de proteção individual em espaços públicos e privados para tentar conter a transmissão da Covid-19. Foi também em julho que o país registrou o maior número de mortes por coronavírus em um único dia. Foram 1554 mortos no dia 29 de julho. O mês terminou com 92 mil óbitos causados pela doença.

O mês também foi marcado pelas queimadas no Pantanal e na Floresta Amazônica que alcançaram os maiores níveis já registrados desde 1998, quando começou a ser feita a contagem pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Em novembro, cerca de 28% de todo o Pantanal foi consumido pelas chamas, segundo o Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (LASA).

Julho

Em São Gonçalo, a união entre a milícia e o Terceiro Comando Puro avançou mais e os dois grupos conquistaram mais territórios no município. Para comemorar o domínio nas comunidades do Jóquei e Vila Candoza, foram organizados bailes de 'pagofunk' em diferentes pontos das comunidades.

TCP e milícia organizaram, em julho, bailão 'pagofunk' para comemorar conquista de territórios em São Gonçalo
TCP e milícia organizaram, em julho, bailão 'pagofunk' para comemorar conquista de territórios em São Gonçalo |  Foto: Reprodução
 



Julho também registrou casos de violência e brutalidade contra policiais e autoridades militares. Em São Gonçalo, dois jovens soldados do Exército, Victor Hugo Xavier, de 18 anos, e Daniel Ferreira de Azevedo, 19, foram vítimas de traficantes e tiveram seus corpos carbonizados dentro de um carro no bairro Pacheco. 

Agosto

Agosto
foi um mês de despedidas no mundo do entretenimento e de surpresas no cenário político do Rio de Janeiro. No primeiro, o mundo teve que se despedir do eterno Pantera Negra. O ator Chadwick Boseman morreu aos 43 anos depois de uma intensa e silenciosa luta contra o câncer de cólon. Outra personalidade para quem tivemos que dizer adeus foi a atriz Chica Xavier, que morreu aos 88 anos. Ela marcou presença no cinema, no teatro e na televisão brasileira como uma das primeiras atrizes negras a desempenhar papéis marcantes. Ela também foi vítima de um câncer, mas de pulmão, descoberto já em estágio avançado.

No cenário da política, grande parte dos fluminenses foram pegos de surpresa com o anúncio do afastamento do governador Wilson Witzel. O governador afastado está sendo investigado por desvios na área da Saúde e na compra de insumos, respiradores e medicamentos para tratar a Covid-19. O ex-secretário de Saúde, Edmar Santos, foi preso em casa por suspeitas de irregularidades em contratos do governo Witzel durante a pandemia de coronavírus. 

Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, foi afastado em agosto suspeito de desviar dinheiro que seria usado no combate à pandemia
Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, foi afastado em agosto suspeito de desviar dinheiro que seria usado no combate à pandemia |  Foto: Divulgação/Agência Brasil
 



No mesmo período, o governo estadual anunciou que o Hospital de Campanha de São Gonçalo foi desmontado após menos de um mês de funcionamento. A unidade de saúde emergencial foi entregue com 50 dias de atraso e atendeu apenas 37 pacientes. O hospital, que tinha 200 leitos, foi desmontado após duas determinações da Justiça que não permitiram seu fechamento caíssem. Segundo a direção do clube Mauá, o prejuízo causado pela estrutura foi de R$ 500 mil.  

Foi em agosto que o Brasil chegou a triste marca de 100 mil vidas perdidas pelo coronavírus. A marca foi atingida em pouco mais de cinco meses  após os primeiros casos e óbitos serem registrados no país. Em meio ao crescimento de mortes e casos, muitas cidades, no entanto, começaram um processo de flexibilização que 'afrouxou' as medidas de distanciamento social.

O mundo também se surpreendeu com uma grande explosão em um porto de Beirute, no Líbano. A explosão, que destruiu grande parte da cidade no dia 4 de agosto, foi causada pela detonação de  2.750 toneladas de nitrato de amônio que estavam armazenadas de forma incorreta no porto de Beirute. Cerca de 6 mil pessoas ficaram feridas e o número de mortos foi de 182. 

Setembro

Na corrida para conseguir uma vacina para o coronavírus, o Brasil entrou tarde. Somente em setembro, o governo federal anunciou que aderiu ao Instrumento de Acesso Global de Vacinas Covid-19 (Covax Facility), e a liberação de cerca de R$ 2,5 bilhões para viabilizar o ingresso do Brasil nesta iniciativa.

Foi também em agosto que o governo federal anunciou que o auxílio emergencial seria prorrogado em mais quatro meses. As parcelas, no entanto, seriam de R$ 300 e não mais R$ 600, como nos três primeiros meses.

Como uma forma de aumentar a circulação de dinheiro físico no país e facilitar o transporte de grandes quantias, o Banco Central lançou a sétima cédula da família de notas do Real. A nova nota de R$ 200, com a imagem do lobo-guará entrou em circulação em agosto. Apesar do animal, assim como o das outras notas, representar a diversificada fauna brasileira, houve petições para mudar o 'mascote' da nota e substituí-lo pelo vira-lata caramelo. O animal não estampou a nota, mas foi o 'responsável' por anunciar a chegada da nova cédula em uma peça publicitária. 

Em setembro, o Banco Central lançou a nova cédula de R$ 200
Em setembro, o Banco Central lançou a nova cédula de R$ 200 |  Foto: Divulgação/Agência Brasil
 


Outubro


Em razão da pandemia do novo coronavírus, as eleições não aconteceram em outubro, mas houve mais conflitos em busca da vacina. O polêmico imunizante da empresa chinesa Sinovac, popularmente chamada de CoronaVac foi centro de uma desavença entre o presidente Jair Bolsonaro e seu terceiro ministro da Saúde, o general Eduardo Pazuello. Bolsonaro cancelou o pedido de compra de 46 milhões de doses da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Clima esquentou entre o ministro Pazuello e Bolsonaro em outubro quando o general sinalizou compra da vacina CoronaVac
Clima esquentou entre o ministro Pazuello e Bolsonaro em outubro quando o general sinalizou compra da vacina CoronaVac |  Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil
 



Em Niterói, o diretor executivo do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), José Dídimo do Espírito Santo Costa, de 59 anos, foi executado a tiros durante uma tentativa de assalto na Rodovia RJ-104, na altura do Caramujo, na Zona Norte de Niterói. O veículo em que estava a vítima foi fechado por um Voyage, com quatro criminosos.

Com a flexibilização das restrições de isolamento social e o aumento da temperatura, os fluminenses voltaram a lotar praias em todo o estado. Dessa forma, cenas de orlas lotadas voltaram a se repetir, assim como arrastões e assaltos, comuns em praias lotadas do Rio, como o arrastão que aconteceu na Praia da Barra da Tijuca. Em vídeos é possível ver os banhistas fugindo rapidamente da praia com seus pertences.  

Novembro

O mês de novembro chegou e com ele as eleições municipais. A corrida eleitoral, marcada por acusações e fake news em diferentes cidades, terminou com resultados surpreendentes, como o segundo turno da capital paulista entre Bruno Covas e Guilherme Boulos, do PSOL. Por aqui, os gonçalenses foram surpreendidos com a derrota de Dejorge Patrício, até então um dos favoritos. A surpresa foi ainda maior no segundo turno, em que o Capitão Nelson (Avante) ganhou do petista Dimas Gadelha em uma votação extremamente acirrada, em que o capitão venceu com 50,79% dos votos contra 49,21% de Gadelha . Em Niterói, a vitória foi concedida logo no primeiro turno a Axel Grael, candidato do atual prefeito Rodrigo Neves, que venceu com 62,58% dos votos válidos. Em Maricá, o petista Fabiano Horta foi reeleito com esmagadores 88% dos votos já no primeiro turno do pleito eleitoral. Também eleito em primeiro turno foi o candidato de Itaboraí, o dentista Marcelo Delaroli de Maricá. 

Após segundo turno acirrado, Capitão Nelson foi eleito o novo prefeito de São Gonçalo
Após segundo turno acirrado, Capitão Nelson foi eleito o novo prefeito de São Gonçalo |  Foto: Leonardo Ferraz
 



Além de alguns resultados inesperados nas vitórias para prefeitos, houve também surpresas para os eleitos ao cargo de vereador, como o caso de Benny Briolly, a primeira vereadora trans eleita em Niterói, e Carol Dartora, a primeira vereadora negra eleita na cidade de Curitiba. 

Em tempos de corrida eleitoral, a briga do tráfico por territórios em São Gonçalo não cessou. A cidade protagonizou um intenso conflito entre traficantes do Comando Vermelho e do TCP pelo controle do Complexo da Alma, no bairro Amendoeira. Vídeos com torturas a traficantes de facções rivais e ostentação de armamento pesado circularam pelas redes sociais. Por fim, a região, que estava sob comando do TCP, foi retomada pelo Comando Vermelho. 

Foi também no penúltimo mês do ano que a polícia finalizou as investigação sobre os dois jovens soldados do Exército mortos em julho deste ano que tiveram seus corpos carbonizados dentro de um carro no Pacheco. As investigações concluíram que o crime foi cometido a mando de um dos principais acusados de liderar o tráfico na cidade. identificado como Pai e apontado como o responsável pela venda de drogas no Complexo da Alma, no Coelho, ele teria determinado as mortes em uma espécie de 'tribunal do tráfico', após o veículo em que o criminoso estava ter se envolvido em um acidente de trânsito com o carro onde estavam os militares.

Em meio ao aumento de novos casos e óbitos por coronavírus, a Prefeitura de São Gonçalo decidiu, em meados de novembro, aumentar as medidas de distanciamento social e restrições ao comércio para tentar evitar uma segunda onda de contaminações no município. No fim do mês, após registrar vários dias com nenhuma ou apenas uma morte por Covid-19, o número de óbitos voltou a crescer, assim como o número de infectados e a taxa de ocupação em leitos de enfermaria e de CTI, que chegou a 70% de ocupação.

Dezembro

O anúncio feito no início de dezembro de que o Reino Unido já começaria a campanha de vacinação fez com que muitos países apressassem a compra por imunizantes para vacinar suas populações. O Brasil, no entanto, ainda se concentra no mesmo conflito envolvendo a vacina desenvolvida pela chinesa SinoVac. A vacina está agora no centro das atenções da Anvisa, que espera a divulgação de sua eficácia para aprovar ou não o uso emergencial do imunizante. Enquanto isso, mas de 40 países em todo o mundo já iniciaram a vacinação dos grupos prioritários.  

Aproximando-se do fim, os cariocas foram surpreendidos com a prisão do atual prefeito Marcelo Crivella. Um mês após perder a reeleição, o bispo foi preso acusado de fazer parte do 'QG da Propina', um esquema que ocorria dentro da Prefeitura, em que empresários pagavam para ter acesso a contratos e para receber valores que eram devidos pela gestão municipal.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, foi preso no dia 22 de dezembro suspeito de fazer parte do 'QG da Propina'
O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, foi preso no dia 22 de dezembro suspeito de fazer parte do 'QG da Propina' |  Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
 



O ano de 2020 foi turbulento e complicado. Adaptações ao 'Novo normal' incluíram festas e casamentos via videoconferência, lives patrocinadas no lugar de shows lotados com multidões de fãs, aulas on-line e um novo acessório que veio para ficar por bastante tempo: a máscara de proteção individual. O ano termina com menos 191 mil brasileiros, entre estes 979 gonçalenses. Apesar das perdas, a esperança é de dias melhores, com mudanças no cenário político, na Segurança Pública e na Saúde.

*Estagiário sob supervisão de Marcela Freitas 

Matérias Relacionadas