Final feliz: motorista encontra presente perdido e devolve para a dona

Solidariedade do motorista ganhou destaque nas redes sociais

Escrito por Claudionei Abreu* 24/12/2020 13:46, atualizado em 24/12/2020 13:30
Solidariedade do motorista ganhou destaque nas redes sociais
Solidariedade do motorista ganhou destaque nas redes sociais . Foto: Divulgação/Redes Sociais

Imagine que você saiu do trabalho, foi até uma loja e comprou um presente de Natal para uma pessoa especial. Saindo de lá, você pega o seu ônibus, faz seu trajeto e, ao chegar em casa, se dá conta de que esqueceu o presente no ônibus! Essa foi a situação da Tamires Lopes. No trajeto Candelária X Alcântara, ela esqueceu dentro do ônibus um perfume que daria de presente ao noivo. Ao chegar em casa e se dar conta que não estava com o perfume, começou a chorar.

No dia seguinte, já no trabalho, Tamires recebeu uma ligação do ramal da secretaria da empresa perguntando se ela havia perdido algo no dia anterior. 

"Ele encontrou a bolsa e dentro havia um ticket do meu ponto eletrônico do trabalho com os dados da empresa e também os meus. Ele então entrou na internet, pesquisou pela empresa, encontrou o número de atendimento ao cliente, ligou e disse: "Tamires, encontrei seu presente e quero te devolver. Meu coração transbordou de tanta alegria!", conta.

Luis Carlos, motorista da Viação Fagundes, também já tinha postado nas suas redes sociais que tinha encontrado o presente e queria devolver para a dona. Ele conta que viu o perfume em um dos bancos durante uma pausa nas viagens.

"Faltava uma viagem para acabar o meu trabalho. Eu comprei um lanche e fui para o final do ônibus para comer. Por coincidência eu sentei do lado do banco onde estava o perfume. Parecia ser um perfume bem caro e fiquei pensado em como que estaria a pessoa que perdeu, já que parecia ser para um presente de Natal. Levei para casa e postei na internet. Por sorte tinha o ponto da pessoa e o endereço da pessoa, e foi aí que entrei em contato. Graças a Deus tudo terminou com um final feliz!"

Luiz conta que aprendeu desde pequeno com os pais a devolver coisas que não são suas. Ele afirma também que seria bom que mais atitudes como essa pudessem ser vistas. 

"Meus pais sempre me ensinaram que se eu achar alguma coisa que não é minha deve ser devolvida. E eu só fiz o correto, uma coisa que qualquer pessoa deveria fazer. Infelizmente, no mundo que vivemos hoje é bem complicado", diz.

Depois de conseguir o contato, Tamires marcou com Luiz de pegar o ônibus no horário em que ele estaria na rota. Normalmente, ele não é o motorista fixo dessa linha, mas estava no dia em que o caso aconteceu. "Eu achei inacreditável, porque já estava sem esperanças de encontrar o presente. Mas minha maior emoção foi saber que existe seres humanos assim e que eu tive o privilégio de conhecer."

Como forma de agradecer a boa ação feita pelo motorista, Tamires comprou uma cesta e deu a Luiz. "Eu desci e comprei uma cestinha, que era simples, mas de coração. E ele ficou super feliz!", disse. 

"Fico feliz que as pessoas possam ver e também se inspirarem nessa história. Eu ensino isso aos meus filhos: quando fazemos boas ações, coisas boas retornam para nós", afirma o motorista.

*Estagiário sob supervisão de Sérgio Soares

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas