Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0741 Euro down 5,2058
Search

Cientista Russo que pesquisava vacina para Covid morre em acidente misterioso

O corpo da vítima possuía marcas de faca

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 22 de dezembro de 2020 - 11:30
O caso ocorreu na Rússia
O caso ocorreu na Rússia -

O corpo de um dos cientistas biomédicos russos que estava responsável pela produção da vacina contra o coronavírus, Alexander Kagansky, de 45 anos, foi encontrado já sem vida, no último fim de semana, próximo ao prédio onde ele morava em São Petersburgo (Rússia). Suspeitas indicam que seu corpo possuía marcas de facada e que ele teria caído da janela de seu apartamento que fica no 14° andar do edifício. As informações são do Extra.

Os agentes que investigam o caso acreditam que ocorreu uma briga antes de ele cair da janela do prédio. A vítima usava roupas íntimas quando foi encontrado por um vizinho.

Kagansky ficou durante treze anos trabalhando em pesquisas contra o câncer na Universidade de Edimburgo (Escócia) e na Universidade de Maryland (EUA). 

Segundo informações do "Moskovsky Komsomolets", um dos principais suspeitos do caso é o jornalista Igor Ivanov, 45 anos, e é amigo de infância da vítima. Ele chegou a ser detido, mas foi liberado na última segunda-feira (21), pois passou no teste do detector de mentiras e não havia provas contra ele. 

Igor admitiu que estava com Kagansky antes de sua morte para a "Moscow Times". O suspeito afirmou que os dois estavam comemorando o aniversário do cientista, mas, logo em seguida, Kagansky  se esfaqueou e pulou da janela.

Atualmente, o cientista era o diretor do Centro de Medicina Genômica e Regenerativa em universidade federal em Vladivostok, na Rússia.

Matérias Relacionadas