Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil

A paciente é uma profissional da saúde de 37 anos, moradora de Natal

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 10 de dezembro de 2020 - 10:10
O laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Rio de Janeiro, que recebeu as duas amostras para a análise, constatou a presença de linhagens distintas do vírus, confirmando ser um caso de reinfecção
O laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Rio de Janeiro, que recebeu as duas amostras para a análise, constatou a presença de linhagens distintas do vírus, confirmando ser um caso de reinfecção -

Foi confirmado o primeiro caso de reinfecção pelo coronavírus no país, pelo governo do Rio Grande do Norte e o Ministério da Saúde. Segundo a nota anunciada na noite desta quarta-feira (09), a paciente é uma profissional da saúde de 37 anos, moradora de Natal, que teve dois diagnósticos confirmados em junho e outubro.

Em 23 de outubro, o caso teria tido registro no Centro de Informações Estratégicas de Vigilância Sanitária em Saúde do Rio Grande do Norte (CIEVS-RN). Mesmo com indivíduos de outros estados apresentarem possíveis episódios de reinfecção do novo vírus, a mulher é considerada o primeiro caso devido ao fato de ser, até o momento, o único a constatar a presença de linhagens distintas do vírus Sars-CoV2 nas amostras coletadas e analisadas por todos os protocolos definidos pelo Ministério da Saúde, conforme diz o governo potiguar.

A paciente atua no serviço de saúde do Rio do Norte e da Paraíba, e teve seu primeiro diagnóstico da Covid-19 em 23 de junho, por um teste do tipo RT-PCR coletado na Paraíba, após sentir dores de cabeça, abdominal e coriza. Depois de quatro meses, ela retornou a ter os sintomas da doença, contudo, dessa vez com dor de cabeça, perda do olfato e paladar, dores musculares (mialgia) e fraqueza (astenia).

O laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Rio de Janeiro, que recebeu as duas amostras para a análise, constatou a presença de linhagens distintas do vírus, confirmando ser um caso de reinfecção. “No intervalo entre as duas amostras, foi realizada uma coleta em 8 de setembro de 2020, que apresentou resultado não detectável pela metodologia RT-PCR em tempo real, realizado no Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte”, diz o Ministério da Saúde.

Em nota, eles afirmam que as linhagens detectadas estão em circulação no Brasil, conforme dizem estudos feitos por unidades de pesquisas nacionais. “Nesse sentido, a investigação dos casos permite compreender a cepa viral circulante em ambos os estados no intuito de estabelecer medidas de vigilância epidemiológica efetivas contra a Covid-19”, completa.

Até o momento, o governo do Rio Grande do Norte está investigando outros cinco casos de reinfecção nos municípios de Natal, São Gonçalo do Amarante e Parnamirim. 

Matérias Relacionadas