Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Idosa de 90 anos é a primeira a receber vacina contra Covid no Reino Unido

A idosa completará 91 anos na próxima semana

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de dezembro de 2020 - 11:25
O Reino Unido é o primeiro país do ocidente que está vacinando sua população contra o coronavírus
O Reino Unido é o primeiro país do ocidente que está vacinando sua população contra o coronavírus -

O Reino Unido iniciou, nesta terça-feira (08), a vacinação. Este é o primeiro país do ocidente que está vacinando sua população contra o coronavírus. A nação recebeu, ao todo, as primeiras 800.000 doses da vacina Pfizer/BioNTech, da Bélgica. A prioridade do governo é vacinar idosos, seus cuidadores e profissionais da saúde. A primeira paciente a receber a vacina foi Margaret Keenan, que completará 91 anos na próxima semana. Ela estava em isolamento desde o início do vírus. 

Margaret usava uma camisa do Natal no momento em que foi vacinada, por volta das 3h30 (horário de Brasília) da manhã de hoje. A idosa foi atendida em um hospital de Coventry, no centro da Inglaterra.

"Me sinto muito privilegiada por ser a primeira pessoa a ser vacinada contra a covid-19. É o melhor presente de aniversário antecipado que poderia esperar", disse Kenan para os repórteres após tomar a vacina. 

Segundo a agência de notícias britânica Press Association, a idosa de 90 anos ainda disse que agora pode "pensar em passar um tempo com minha família e amigos no Ano Novo". Ela vai receber outra dose da vacina em 21 dias.

A segunda pessoa vacinada foi William Shakespeare, de 81 anos, que afirmou estar feliz com o medicamento.

Para combater a oposição dos britânicos, a rainha Elizabeth II, de 94 anos, e seu marido, o príncipe Philip, de 99, poderão ser vacinados nos próximos dias.

O ministro da Saúde do país em questão disse que, mesmo com a vacina, as pessoas não podem "relaxar" nas medidas de isolamento. "É incrível observar a vacina, é incrível ver este tremendo impulso para toda a nação, mas não podemos relaxar", disse ele. Ainda não "não derrotamos o vírus", concluiu. Hancock ainda batizou o período de hoje como "dia V". Ele ainda visitou um hospital em Londres e conversou com pessoas doentes.

Após os idosos, as pessoas maiores de 50 anos começarão a ser vacinadas. Mas, vale ressaltar que, segundo autoridades, a maior parte da campanha de vacinação ocorrerá em 2021. 

O país comprou 40 milhões de doses da vacina Pfizer/BioNTech, o que é suficiente para 20 milhões de pessoas, ou seja, menos de um terço da população. No entanto, o Reino Unido também autorizou a vacina americana Moderna e a britânica da AstraZenaca/Oxford.

Ao todo, o Reino Unido registrou 61.400 mortes confirmadas por causa do coronavírus. Este foi o país mais afetado da Europa com relação à pandemia.

Matérias Relacionadas