Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0932 Euro up 5,2628
Search

São Gonçalo abre novos leitos para tratamento de Covid-19 por conta da lotação

Cidade ampliou medidas de isolamento social para frear a contaminação

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 23 de novembro de 2020 - 17:32
Município contabiliza 22.106 casos e 741 óbitos
Município contabiliza 22.106 casos e 741 óbitos -

Pensando no aumento pessoas internadas com Covid-19, a Prefeitura de São Gonçalo decidiu disponibilizar mais leitos para o tratamento da doença. Atualmente, a ocupação dos leitos de Covid-19 em São Gonçalo está próxima da lotação. Apesar dos rumores de que as unidades hospitalares municipais já estejam com seus leitos para covid-19 em ocupação máxima, a situação, ainda que preocupante, não está desta maneira. Porém, o aumento gradual da taxa de ocupação dos leitos deixa os moradores da cidade preocupados. Hoje, dos 130 leitos disponíveis para tratamento da Covid-19, 104 estão ocupados. Com apenas 26 leitos livres, a taxa de ocupação atual é de 80%. 


A Prefeitura decidiu disponibilizar mais 10 leitos a partir desta segunda-feira (23) e, posteriormente, disponibilizará mais 60 leitos no segundo andar do Hospital de Retaguarda Gonçalense para suportar um possível aumento de demanda. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a taxa de ocupação dos leitos enfermaria e CTI ainda se mantém na mesma marca. Hoje, a cidade conta com 130 leitos para pacientes contaminados pelo Covid-19, sendo 22 de enfermaria e 15 de CTI no Hospital de Retaguarda Gonçalense, no Centro; 30 de enfermaria no Franciscano Nossa Senhora das Graças e 23 no Centro de Tratamento Intensivo; Seis leitos nas UPAs de Nova Cidade e Pacheco; 15 no Pronto Socorro de São Gonçalo, sendo sete de CTI e 12 na enfermaria. Os outros sete leitos estão disponíveis no Centro de Tratamento Intensivo do Pronto Socorro Infantil. 


O destaque vai para o Pronto-Socorro Central Dr. Armando Gomes de Sá Couto, ao lado da Praça Zé Garoto e para o Hospital Covid-19 Retaguarda Gonçalense. O Pronto-Socorro disponibiliza 7 leitos de CTI e todos estão ocupados. A situação é similar no Retaguarda, que disponibiliza 15 leitos de CTI e estão todos ocupados. Já no Franciscano, dos 23 leitos disponíveis, 19 estão ocupados, o que equivale a 82% de ocupação. 


Segundo o último boletim divulgado pela Prefeitura, no dia 21, São Gonçalo contabiliza 22.106 casos de Covid-19 e 741 óbitos. O município está com a bandeira laranja, que significa risco médio de contaminação. Até a semana passada, a cidade estava em bandeira amarela (baixo risco). Com o aumento no número de casos e mortes, a cidade decidiu ampliar o isolamento social, como forma de frear a contaminação. Para isso, o funcionamento de várias atividades estão temporariamente proibidos, como academias, escolas e igrejas. 

Matérias Relacionadas