Manifestantes protestam contra morte de João Alberto na frente do Carrefour de Neves, em SG

Com bandeiras e discursos antirracistas, manifestantes se concentram no estacionamento do mercado

Escrito por Redação 22/11/2020 15:02, atualizado em 22/11/2020 15:58
Manifestantes se reúnem em ato no Carrefour de Neves, em São Gonçalo
Manifestantes se reúnem em ato no Carrefour de Neves, em São Gonçalo . Foto: Reprodução/Redes Sociais

Por Ana Carolina Moraes e Claudionei Abreu* 


"Queremos entrar em qualquer supermercado deste país sem ser olhado atravessado", essa é o desabafo de mais um trabalhador negro que participava, neste domingo (22), de um protesto na frente do supermercado Carrefour, localizado em Neves, São Gonçalo, pela morte de João Alberto Silveira Freitas, 40, um homem negro espancado até a morte por seguranças de uma unidade do Carrefour de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na última quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra.


Desde desse dia, manifestantes têm se reunido em diversos atos nas filiais do Carrefour de todo o país, pedindo justiça pela morte do trabalhador. A unidade do Carrefour de Neves foi um dos locais onde alguns manifestantes se reuniram a partir das 14h, neste domingo (22). 


Com bandeiras com dizeres antirracistas e utilizando máscaras de proteção, os manifestantes, grupos e movimentos sociais, como a ONG Educafro, que lutam pela igualdade racial estão no local, e com microfones fazem discursos em homenagem a João Alberto. 


Integrantes de grupos e partidos políticos, como o PSOL, de Niterói e São Gonçalo também participam do ato. Nas redes sociais, o Professor Josemar (PSOL), eleito recentemente vereador de São Gonçalo, que estava no ato, postou: "Estamos presentes no Ato aqui no Carrefour de Neves em São Gonçalo, pedindo justiça pra Beto, que foi brutalmente assassinado por seguranças do supermercado Carrefour de Porto Alegre. No Brasil inteiro atos estão sendo protagonizados pelo movimento negro contra o racismo e genocídio do Povo preto. Racistas não passarão!". 


Manifestantes se reúnem em ato no Carrefour de Neves, em São Gonçalo
Manifestantes se reúnem em ato no Carrefour de Neves, em São Gonçalo | Foto: Reprodução/Redes Sociais
 


Nas redes sociais, outros manifestantes postaram fotos e vídeos do ato e usaram as hastags "Racistas não passarão". e "Vidas Negras Importam".


A convocação para o ato ocorreu pelas redes sociais e, a partir dos posts do tema, a Polícia Militar determinou reforço do policiamento em todas as unidades da rede de supermercados, inclusive na de Neves. 


"A Unidade popular pelo socialismo convoca a sua militância para se somar aos atos desse domingo e dessa segunda, no Rio de Janeiro, dando resposta ao assassinato de João Alberto! João foi vítima de racismo, espancado e assassinado em uma unidade do mercado Carrefour em Porto Alegre. Esse não é o primeiro caso do tipo e não deixaremos passar! Justiça por João!", escreveram na publicação. 


Manifestantes se reúnem em ato no Carrefour de Neves, em São Gonçalo
Manifestantes se reúnem em ato no Carrefour de Neves, em São Gonçalo | Foto: Reprodução/Redes Sociais
 


Em nota, o Carrefour lamentou o ocorrido. "Este dia, que deveria ser um dia marcado pela conscientização da inclusão de negros e negras na sociedade está sendo o mais triste da história do Carrefour.


Palavras não expressarão nossa angústia com a brutalidade.


Daremos todo apoio à família de João Alberto Silveira Freitas e, em respeito a ele, nossa loja de Passo D’areia fechou hoje e permanecerá fechada amanhã.


Além disso, todo o resultado das vendas de hoje das lojas Carrefour Hipermercados será doado para entidades ligadas à luta pela consciência negra.


Amanhã, abriremos mais tarde para reforçarmos o treinamento antirracista com todos os nossos funcionários e terceiros.


Continuaremos com a nossa transparência, informando os próximos passos.


Nada trará a vida de João Alberto de volta, mas estamos certos de que este momento de profundo pesar se converterá em ações concretas que impedirão que tragédias como essa se repitam.


Em respeito à memória de João Alberto Silveira Freitas", diz a nota publicada pela rede de supermercados na última sexta-feira (20).


*Estagiários sob supervisão de Thiago Soares. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas